Oi… estás Vivo?

Ficou fechado o maior negócio alguma vez feito por uma empresa Portuguesa. A PT vendeu a participação na Vivo por  7,5 mil milhões de euros e vai adquirir uma participação de 22,4% na (concorrente) Oi.

Os Media internacionais referem que a espanhola Telefónica ganhou a “batalha”: “Telefónica Wins Vivo Battle (All Things Digital / Wall Street Journal”).

A verdade é que tudo está bem quando acaba bem. Todos saíram vencedores desta batalha.
O primeiro ministro – José Sócrates – é a nova “Padeira de Aljubarrota” e de facto, “brilhou” com a ajuda das acções douradas e  “capitalizou” em todas as frentes: Opinião pública (eleitores), Empresários, Accionistas e Relações Internacionais políticas e empresariais (os Espanhois ficaram a saber que quem manda cá na terra e os amigos Brasileiros continuam a contar com os Portugueses a dinamizar o negócio das Telecoms).

Henrique Granadeiro classificou, esta quarta-feira, as negociações para a venda da Vivo à Telefónica como «complexas e duras», mas frisou que respeitaram os interesses de todos. (…)
Fonte: TSF

Ninguém tem dúvidas que esta “batalha” foi «dura e complexa», como referiu Henrique Granadeiro.
Para a equipa da PT que esteve envolvida nesta “batalha negocial” vai daqui um “Oi… estás Vivo?” 🙂

Press releases:
PT continua mandatada para crescer

Telefónica logra el control de Vivo tras pactar con Portugal Telecom la compra del 50% de Brasilcel

Author avatar
Nuno Ribeiro
Portugal General Manager da agência de inovação FABERNOVEL. Foi diretor da unidade de negócio multimédia do grupo Global Media (2008 a 2012), diretor da unidade de negócios de Internet do grupo Cofina Media (1999 a 2008) e consultor do secretário de Estado da Comunicação Social para a área digital (1997 a 2002). Em paralelo com a atividade profissional foi docente, coordenador de programas executivos e pós-graduações nas Universidades: Católica-Lisbon, Europeia, ISEG e Lusófona (2001 a 2016). Colaborou com artigos de opinião e comentador, sobre temas de inovação, transformação digital e nova economia nos media: Visão, Diário de Notícias, Meios & Publicidade e Económico TV. 
Autor do livro Gerir na Era Digital (2011). É licenciado em Economia pela Católica-Lisbon, onde também concluiu o curso avançado Gestão de empresas tecnológicas e uma pós-graduação em Media e Entretenimento.
We use cookies to give you the best experience.