Voltar ao topo

Facebook valorizado em 104 mil milhões de dólares

Hoje, o Facebook dispersou 422 milhões de acções (do total de 2,74 mil milhões) no mercado NASDAQ:FB.

Com o preço inicial de 38 dólares por acção, a sessão abriu com a cotação nos 42 dólares e fecharam a sessão nos 38,23 dólares por acção valorizando assim o Facebook nos 104 mil milhões de dólares por acção, ultrapassado alguns dos grandes players (como é o caso da Amazon que tem com uma capitalização bolsista de 96 mil milhões de dólares).
O Facebook ocupa assim e a partir de hoje, o primeiro lugar das tecnológicas com a maior valorização no dia de entrada em bolsa (OPV – Operação Pública de Venda / IPO – Initial Public Offer), ultrapassando o Google que tinha o primeiro lugar nesta categoria quando 2004 atingiu uma valorização de 2 mil milhões de dólares.

Mark Zuckerberg, CEO e fundador Facebook é o jovem mais rico do mundo com uma fortuna avaliada em 19,4 mil milhões de dólares (mais do  os fundadores do Google Larry Page e Sergey Brin, com cerca de 19 mil milhões cada um). É motivo, mais do que suficiente para que Mark Zuckerberg assinale este dia na sua TimeLine no Facebook 🙂

Muitos colaboradores e investidores iniciais do Facebook tiverem hoje um dia de excentricidade 🙂

Bono-In-Concert-Money Falling

Mas, os excêntricos não são só “geeks”. O vocalista dos U2, ganhou mais com o investimento no Facebook em três anos do que em 30 anos de carreira. Em 2009, Bono comprou 2,3% das acções do Facebook por 90 milhões de dólares que valem agora cerca de 1,5 mil milhões de dólares o que lhe dá o estatuto do músico mais rico do mundo (ultrapassando Paul McCartney).

Veja o video que marca a entrada do Facebook em bolsa:

Author avatar
Nuno Ribeiro
Country Manager da agência de inovação FABERNOVEL. Autor do livro Gerir na Era Digital (2011). Licenciado em Economia pela Universidade Católica de Lisboa, onde também concluiu um curso avançado de Gestão de Empresas Tecnológicas e uma pós-graduação em Gestão de Media e Entretenimento. Diretor a unidade Negócio Multimédia do grupo Controlinveste (2008 a 2012). Diretor da unidade de negócios de Internet do grupo Cofina Media (1999 a 2008). Consultor do secretário de Estado da Comunicação Social para a área digital (1997 a 2002).
We use cookies to give you the best experience.