DESTAQUES GAFANOMICS® [21/JUL/2017]

joachim_renaudin

Por: Joachim Renaudin, analista de projetos na FABERNOVEL INNOVATE Paris

“Destaques GAFAnomics®” é uma compilação dos artigos mais importantes partilhados internamente pela equipa da FABERNOVEL. Encontrará nesta morning toast as últimas novidades da Network Economy. 

Facebook está a construir cidade para os colaboradores

facebook_cityA ascensão da economia digital e o crescimento de startups apoiadas por venture capitalists em Silicon Valley colocou o mercado imobiliário sob pressão e fez disparar preços. Tendo isso em conta, o Facebook planeia transformar a sua propriedade Menlo Park, na Califórnia, numa “vila de utilização mista”, gerida pelo Facebook. O campus do Facebook terá uma loja de produtos alimentares, uma farmácia, escritórios e habitações subsidiadas para os seus colaboradores.

No século XIX, líderes da indústria francesa, como Charles Fourier e Godin construíram um complexo de grande dimensão (Phalanstère) com o objetivo de melhorar o bem estar dos seus colaboradores e criar uma sociedade em torno da organização. Estará o Facebook a construir a versão do século XXI do Phalanstère?

Já podemos ensinar os veículos autónomos

mighty_AITodos os grandes fabricantes automóveis estão a investir milhares de milhões para serem os primeiros a construir tecnologia para condução autónoma. Google e Apple têm centenas de programadores dedicados à construção do “cérebro” dos nossos futuros veículos autónomos. Mas o que estas empresas realmente precisam é da nossa ajuda! A Mighty AI, uma startup norte-americana, criou uma plataforma para ajudar estas empresas a treinar os seus algoritmos e conjunto de dados. Qualquer um pode fazer download da App e começar a identificar pedestres, carros e animais em vídeos. Cada vez que um utilizador termina um vídeo recebe uma remuneração e a inteligência artificial torna-se mais poderosa!

Hoje, 200 mil utilizadores estão a ensinar a inteligência artificial a conduzir, através da plataforma da Mighty. Tal como a Waze ou a Wikipedia, a Mighty AI alavancou o poder da comunidade para criar o melhor serviço.

Google vai libertar 20 milhões de mosquitos infetados

google_mosquitoA Google começou a libertar 20 milhões de mosquitos infetados com a bactéria Wolbachia, na Califórnia. Sim, leu bem. A Google tem por hábito entrar em vários negócios, mesmo aqueles que não estão relacionados com a Internet ou o mobile. A Verily é um deles. A subsidiária da Alphabet (empresa-mãe da Google) ligada às ciências da vida criou milhões de mosquitos nos seus laboratórios e infetou-os, propositadamente, com a bactéria Wolbachia (inofensiva para o humanos), para travar a proliferação do vírus Zika, transmitido por mosquitos.

Entre os vários negócios inovadores que visam diversificar as fontes de receitas da Google, a Verily é um dos mais avançados. A gigante tecnológica utiliza os seus poderosos algoritmos de machine learning para fazer novas descobertas na área da saúde. Na Era da inteligência artificial, o machine learning tornou-se numa vantagem competitiva.

Apple pode vencer Google na realidade aumentada

Apple-ARKitEm Junho, a Apple divulgou o ARkit, um conjunto de ferramentas que permite aos programadores criar funcionalidades de realidade aumentada nas Apps do iPhone. A Apple foi o centro das atenções dos media e a maioria acredita que a empresa será potencialmente a plataforma de referência em realidade aumentada. Contudo, a Google venceu a Apple durante 3 anos, quando lançou uma plataforma semelhante, a Tango AR, em 2014.

Porque é que a Apple tem vantagem em relação à Google? O problema para a Google é a fragmentação do sistema operativo Android, utilizado em diferentes tipos de dispositivos (Samsung, Huawei…), que resultou numa baixa adoção da última versão do sistema operativo (11% contra 86% da Apple). A Apple tem uma base de mais de mil milhões de iPhones, todos eles compatíveis com o ARkit porque é a Apple quem concebe o hardware. A plataforma vencedora será aquela que controlar a distribuição, permitindo aos programadores vender as suas App a centenas de milhões de consumidores.

Tagged with: