DESTAQUES GAFANOMICS® [07/DEZ/2017]

#ancora1 #ancora2

06-PATRICIA-CIRCULAR
Por Patrícia Silva, Gestora de Comunicação e Marketing na FABERNOVEL INNOVATE Lisboa

“Destaques GAFAnomics®” é uma compilação dos artigos mais importantes partilhados internamente pela equipa da FABERNOVEL.

Facebook lança Messenger para crianças

O Facebook lançou uma versão do Messenger para crianças. O Messenger Kids permite enviar mensagens e fazer videochamadas com amigos e família, de forma segura. A App requer que seja um adulto a configurá-la e a aprovar os contatos das crianças com outros utilizadores, através de um painel de controlo integrado na App principal do Messenger.

A versão para crianças não integra publicidade, nem compras dentro da aplicação, mas para o Facebook pode ser um movimento interessante no sentido de atrair uma audiência jovem que, muitas vezes, prefere outras plataformas sociais. Ao expandir a sua audiência promove uma fidelização a longo-prazo de utilizadores ao Facebook, Messenger e Instagram.

Será que no futuro o Facebook vai passar a integrar também publicidade segmentada nesta versão para crianças, criando uma fonte de receitas?

CVS adquire Aetna… por causa da Amazon!

amazon_medicamentos

A CVS, maior retalhista de produtos farmacêuticos dos Estados Unidos, vai adquirir a seguradora Aetna, por cerca de 69 mil milhões de dólares. A entrada eminente da Amazon no mercado de retalho de medicamentos é um dos grandes – se não o maior – motivos por detrás desta compra.

Com a compra, a CVS pode criar um novo modelo, potencialmente revolucionário, começando a oferecer serviços de cuidados primários e acompanhamento médico diretamente através da sua rede de farmácias e clínicas. Desta forma, está, claramente, a tentar reagir, antes que seja tarde demais.

A Amazon tem dado vários sinais do seu interesse nesta indústria: conseguiu, recentemente, licenças para a distribuição de medicamentos em vários Estados dos Estados Unidos e, ao que tudo indica, iniciou conversações com os fabricantes de medicamentos genéricos Mylan e Sandoz.

Ainda não é clara a forma como a gigante de e-commerce se vai posicionar, como vendedora de medicamentos aos consumidores ou a aturar como um distribuidor  intermediário, num modelo B2B. O que é certo é que quando a Amazon decide entrar numa indústria… já sabemos qual é o resultado.

Google e Amazon estão a fechar os ecossistemas?

youtube

A Google bloqueou o acesso ao YouTube em dispositivos de streaming de conteúdos da Amazon, nomeadamente no Amazon Echo Show e na Fire TV. A decisão é fruto do facto de a Amazon não ter disponibilizado o Amazon Prime Video nos gadgets da Google e de ter interrompido a venda de produtos da Nest (empresa da Google) na sua plataforma. Além disso, a Amazon nunca vendeu a coluna inteligente Google Home.

Ao fechar o ecossistema, a Google está a tentar derrotar a Amazon no seu próprio jogo. O YouTube é um dos canais mais vistos nos serviços de streaming e não integrar o YouTube pode ter influência na vendas da Fire TV. Exemplo disso foi o facto das vendas do Echo Show terem decrescido significativamente depois da Google ter bloqueado o acesso ao YouTube neste dispositivo em setembro.

Tagged with: