Bird lança plataforma “business in a box”

  • A Bird lançou uma plataforma “business in a box”, que permite a operadores independentes gerir frotas de trotinetes elétricas.
  • A startup está a disponibilizar o seu hardware, tecnologia e infraestrutura para potenciar a sua expansão e gerar novas receitas.

 

A Bird está a incentivar a criação de empresas de partilha de trotinetes elétricas, em todo o mundo, através da Bird Platform.

A startup lançou uma plataforma que permite a operadores independentes adquirir trotinetes elétricas e ter acesso a um marketplace de pontos de carregamento (comunidade que é paga para permitir o carregamento de trotinetes nas suas habitações)  e mecânicos. Além das receitas provenientes da aquisição das frotas, a Bird cobra uma comissão de 20% no valor de cada viagem realizada nos serviços.

Através deste modelo “business in a box”, os operadores podem definir a marca das trotinetes e a aplicação, com que os utilizadores acedem ao serviço, é desenvolvida e personalizada pela Bird com a marca definida.

A startup permite também integrar (através de uma API) a oferta destes operadores no seu mapa de localização de trotinetes, o que significa que os utilizadores da Bird podem reservar as trotinetes dos outros operadores através da app da Bird.

 

Esta é uma forma de aumentar a oferta e de potenciar o aumento de receitas para a Bird e para os operadores independentes, à medida que as soluções de micromobilidade estão a crescer. Além disso, por permitir à Bird uma expansão internacional.

A Bird, fundada em 2017, tem uma valorização de 2 mil milhões de dólares e captou um investimento total de 415 milhões de dólares (CRV, Greycroft, Sequoia e Accel são investidores). A startup já ofereceu mais de 10 milhões de deslocações e está presente em 100 cidades.


Se a transformação na indústria da mobilidade é importante para a sua empresa, contacte a FABERNOVEL:

Tagged with: