Oyo: reinvenção da indústria da hotelaria

  • A Oyo é uma empresa indiana que reinventou a indústria hoteleira com o seu modelo de franchising.
  • A empresa paga, à cabeça, aos hotéis por uma parte dos quartos que têm disponíveis e revende os quartos na sua plataforma a um preço mais baixo do que o preço de mercado.

Subscreva o nosso podcast em:
Apple Podcasts | Spotify | Google Podcasts | TuneIn


 

A Oyo é uma empresa indiana, fundada em 2013 por Ritesh Agarwal, que reinventou a indústria hoteleira através de um modelo de franchising.

A empresa paga, à cabeça, um mês, pelo aluguer de uma parte dos quartos que os hotéis têm disponíveis, conseguindo um desconto pela quantidade e regularidade desta compra, e depois revende os quartos na sua plataforma a um preço mais baixo do que o preço de mercado.

Neste modelo de franchise, os hotéis parceiros passam a ter a marca Oyo e a utilizar um conjunto de ferramentas da empresa para gerir os seus hotéis e a sua audiência, através de uma App B2B. Isto permite à Oyo controlar a experiência do utilizador e agregar todos os dados das reservas.

Como resultado, tem já uma cadeia de hotéis com uma dimensão considerável, que inclui mais de 23 mil hotéis em todo o mundo, incluindo na Índia, Indonésia, Reino Unido, Estados Unidos e China.

Entrada no mercado de coworking

Em 2019, entrou também no negócio de coworking através da aquisição da startup Innov8, por 30 milhões de dólares.

A Oyo Workspaces opera em 10 cidades na Índia, em mais de 20 espaços com capacidade total para 15 mil pessoas.

A empresa já captou um investimento total de 3 mil e 300 milhões de dólares e inclui no seu grupo de investidores o Airbnb, o Vision Fund da Softbank e a Super App do Sudoeste Asiático Grab.

Com a última ronda de investimento, atingiu uma valorização de 10 mil milhões de dólares, tornando-a na segunda startup com maior valorização na Índia, a seguir à Paytm.


Se a transformação na indústria hoteleira é importante para a sua empresa, contacte a FABERNOVEL: