Como sugest√£o para este fim de semana, deixo-lhe a s√©rie imperd√≠vel¬†‚ÄúDeus C√©rebro‚ÄĚ, na RTP Play. Uma mini-s√©rie documental de 4 epis√≥dios que explica n√£o s√≥ os mist√©rios do c√©rebro, mas que nos ajuda a entender a ess√™ncia do Homo Sapiens e como poder√£o ser as evolu√ß√Ķes futuras da interse√ß√£o do ūü߆c√©rebro com o ūüíĽcomputador. Empresas como a Neuralink de Elon Musk j√° est√£o a dar passos importantes nesta dire√ß√£o.

Afinal o que é o QI (Quociente de Inteligência)? Pode um vulgar ladrão de bancos ser mais inteligente do que um cientista?
Como √© que √© poss√≠vel antecipar? Qual o papel do c√©rebro em apurar o nosso sexto sentido? Como surgem as emo√ß√Ķes? ūüėÄ√Č poss√≠vel morrer de amor? ūüíĒ Como pode o entendimento do c√©rebro ajudar no desenvolvimento do Deep Learning e da Intelig√™ncia Artificial? E como podem estas ajudar no tratamento de doen√ßas mentais?

Nesta série são entrevistados vários cientistas, como António Damásio, Rui Costa, Alcino Silva, Michio Kaku e James McGaugh.

“O c√©rebro passa a maior parte do tempo a fazer previs√Ķes do que vai acontecer a seguir a fim de o manter vivo e saud√°vel. Fora desta tempestade de previs√Ķes, as emo√ß√Ķes emergem.” – Lisa Feldman Barrett¬†in¬†‚ÄúDeus Homem‚ÄĚ.