• Um novo implante eletrónico, colocado diretamente na medula espinhal, permitiu a paraplégicos voltar a andar.
  • O objetivo é permitir aos pacientes não só voltar a andar, mas também realizar outro tipo de atividades, como nadar e andar de bicicleta. 

Pode seguir o SuperToast em vídeo no: YouTube | Apple Podcasts | Facebook | Instagram | LinkedIn | TikTok


Um grupo de investigadores suíços do Instituto Federal de Tecnologia de Lausanne e do Hospital Universitário de Lausanne desenvolveu um implante eletrónico que permite a paraplégicos voltar a andar. 

Colocado diretamente na medula espinhal, este novo implante, com 16 elétrodos, diferencia-se pelo seu tamanho, permitindo alcançar uma vasta região, que abrange os músculos do tronco e das pernas.

implanteConectados a um computador, estes elétrodos simulam os sinais emitidos pelo cérebro, através de inteligência artificial, enviando assim “instruções” para os membros inferiores. 

A intervenção cirúrgica para a colocação do implante tem uma duração de quatro horas e já foi testada com sucesso em três pacientes paraplégicos. 

O objetivo é permitir não só voltar a andar, mas também realizar outro tipo de atividades, como nadar e andar de bicicleta. 

Os ensaios clínicos com mais pacientes deverão recomeçar em 2023. Espera-se que a comercialização deste novo sistema seja iniciada em todo o mundo em 2025, através da empresa Onward Medical, que foi fundada pelos investigadores que lideraram este projeto.

Subscreva o nosso podcast em:
Apple Podcasts | Spotify | Google Podcasts | TuneIn

Veja as mais recentes novidades nos nossos media sociais:
facebook twitter instagram youtube linkedin telegram

Se a transformação na indústria da saúde é relevante para a sua empresa, contacte a FABERNOVEL: