Voltar ao topo

Google aumenta receitas em 24% no último ano

O Google divulgou ontem os seus resultados, e o crescimento anual continua nos dois dígitos – 24%.
As receitas do segundo trimestre, foram de 6,82 mil milhões de dólares (abaixo das estimativas). Há, no entanto, um abrandamento na taxa de crescimento do crescimento desde o último trimestre de 2009.

Google Revenue Up 24% For The Year, But Only Slightly For The Quarter As Paid Clicks Fell

Google has just announced its second quarter earnings for 2010. Of note, revenue stood at $6.82 billion, which is an increase of 24% year-over-year. But this only represents an increase of 1% over Q1 2010. Google has a history of seeing small growth from Q1 to Q2, however. More interesting may be that net income actually fell in Q2 versus Q1 of this year. A big reason for that is likely because paid clicks fell by 3% from quarter to quarter. Anot … Read More

via TechCrunch

Neste momento, para os principais players (onde se inclui o Google), mais do que garantir crescimentos de receitas de dois dígitos o objectivo actual é garantir posições fortes em novos mercados e diversificar as áreas de negócio. O Google tem uma enorme dependência das suas receitas no serviço AdWords.

Os investimentos estratégicos são fundamentais e o Google tem em caixa cerca de 30,1 mil milhões de dólares (para perceber vermos isto à “nossa” escala, é o equivalente à valorização de bolsa de três vezes a “nossa” Portugal Telecom). Ou seja, muito dinheiro para ir às compras…

Outros relacionados:
A Googlemania das aquisições

Author avatar
Nuno Ribeiro
Country Manager da agência de inovação FABERNOVEL. Autor do livro Gerir na Era Digital (2011). Licenciado em Economia pela Universidade Católica de Lisboa, onde também concluiu um curso avançado de Gestão de Empresas Tecnológicas e uma pós-graduação em Gestão de Media e Entretenimento. Diretor a unidade Negócio Multimédia do grupo Controlinveste (2008 a 2012). Diretor da unidade de negócios de Internet do grupo Cofina Media (1999 a 2008). Consultor do secretário de Estado da Comunicação Social para a área digital (1997 a 2002).
We use cookies to give you the best experience.