Voltar ao topo

Google e CIA investem na previsão do futuro

O Blog Danger Room da Wired divulgou que o fundo de investimento do Google – Google Ventures e o fundo de investimento In-Q-Tel detido pela agência de serviços secretos dos Estados Unidos – CIA–  investiram na empresa Recorded Future.

Por motivos diferentes, quer para o Google quer para a CIA este é um investimento que faz sentido. Mas, vale a pena recordar, que em Março deste ano, o Governo Chinês acusou o Google de fazer espionagem na China. Este investimento conjunto do Google e da CIA deixará o Governo Chinês com mais um “pretexto” para questionar a relação do Google com o Governo Norte Americano.

China’s People’s Daily wrote “Google is not a virgin when it comes to values. Its cooperation and collusion with the U.S. intelligence and security agencies is well-known.”
In: 24/7 WallSt – 24 de Março 2010

A Recorded Future disponibiliza um serviço de analise o conteúdos na Web e cruza informações entre entidades (pessoas e ou empresas) e eventos temporais.

Sei, que algumas agências de comunicação e consultores de estratégia de campanhas políticas já estão em preparação para as próximas eleições Presidenciais e Legislativas (baseadas na “Fé” de que serão antecipadas motivo pelo qual os principais partidos já têm os seus sites em construção).
Por isso, aqui fica a sugestão de um serviço “Premium” para vender aos vossos clientes é uma boa alternativa ao Polvo Paul 🙂

Exemplo de Alerta/serviço:
Eleições – “Nome do candidato” – 2011

E que ganhe o melhor 🙂

Author avatar
Nuno Ribeiro
Country Manager da agência de inovação FABERNOVEL. Autor do livro Gerir na Era Digital (2011). Licenciado em Economia pela Universidade Católica de Lisboa, onde também concluiu um curso avançado de Gestão de Empresas Tecnológicas e uma pós-graduação em Gestão de Media e Entretenimento. Diretor a unidade Negócio Multimédia do grupo Controlinveste (2008 a 2012). Diretor da unidade de negócios de Internet do grupo Cofina Media (1999 a 2008). Consultor do secretário de Estado da Comunicação Social para a área digital (1997 a 2002).
We use cookies to give you the best experience.