Voltar ao topo

Amazon Kindle: Do E-reader ao tablet Fire [Video]

Jeff Bezos, fundador e CEO da Amazon, apresentou ontem em Nova York a nova gama de E-readers Kindle e uma novidade já esperada, um tablet: Kindle Fire.

Veja o video de apresentação:

A nova gama de Kindles, já está disponível para pré-reserva com entregas a partir de 15 de Novembro.

Os novos E-readers com preços entre os 79 e os 149 dólares, apresentam algumas novidades face aos anteriores: ecrã touch e colunas de som incorporadas, permitindo para além da leitura e compra de eBooks e jornais a novidade é possibilidade de audição e compra de músicas na Amazon MP3.

O Kindle Fire, é a entrada da Amazon na “guerra” dos tablets.

Veja o video de apresentação do Kindle Fire:

A Apple com o iPad é líder mundial nos tablets, e continuará a ser.  Jeff Bezos sabe disso, o que justifica uma abordagem da Amazon muito diferente de outros players neste mercado.

Onde não vale a pena desafiar a Apple é no equipamento (hardware). A Apple é geneticamente uma empresa de hardware, e a sua competitividade na relação preço/qualidade do iPad são neste momento imbatíveis. E por isso, a opção acertada de Jeff Bezos em fazer um tablet com o sistema operativo Android do Google (mas que está muito bem disfarçado) e uma forte e diferenciadora aposta nos conteúdos.

Jeff Bezos, sabe que o conteúdo vai continuar a ser Rei na Era Digital, e a Amazon já distribui conteúdos (eBooks, música, filmes, jornais, revistas e recentemente aplicações para o sistema operativo Android), associado aos serviços de alojamento e sincronização na nuvem (cloud computing) que integrado com as suas aplicações colocam a Amazon a competir de igual para igual com a Apple.

Assim, o Kindle Fire não precisava de ser uma cópia do iPad. O objectivo é aumentar as vendas on-line de conteúdos digitais, é este o core de negócio da Amazon, e Jeff Bezos não se distrai a tirar os “olhos da bola”, como acontece com muitos…

Por isso, o Kindle Fire é um tablet simples, apenas com wi-fi e sem câmara nem microfone (veja as características técnicas aqui), a um preço imbatível: 199 dólares (147 euros).

E o mercado, percebeu o impacto positivo das novidades apresentadas hoje e as acções da Amazon (NASDAQ: AMZN) fecharam a sessão a cotar nos 229,71 dólares, a subir 2,45% em tendência contrária ao índice NASDAQ que desceu 2,17%.

A Apple tem razões para estar preocupada? Sim, é um “pontapé nas canelas”. Não pelo equipamento em si, mas pela integração de conteúdos e serviços que vai disponibilizar.

E a Samsung, Sony, HTC, Motorola, RIM, Lenovo, etc? Sim, é um verdadeiro “Soco no estômago”. O Kindle Fire pode mesmo fazer “arder” alguns destes players no mercado dos tablets.

E a Microsoft? O gigante está adormecido! O anunciado sistema operativo Windows 8, que podia ser o “pão para a boca” de muitos fabricantes de hardware neste mercado dos tablets só vai ficar disponível para meados de 2012… quantos vão “arder”? E depois de o Google concretizar a compra da Motorola? Steve Balmer, o “funil” está a apertar e se o objectivo é ficar na “Liga dos Campeões”, era melhor “comprar ontem” a RIM, a Hulu, o Spotify e a Lulu.

E o Google? Deve estar confuso… ora o sistema operativo Android está no Kindle Fire, isso é bom… para a Amazon que o adaptou à sua maneira e não teve que pagar licenças pois é gratuito. No limite, a Amazon vai promover venda de aplicações Android na sua loja, isso vai dar receitas aos developers e … à Amazon 🙂
Bem, mas o Google, afinal é uma empresa cuja maior fonte de receita é a publicidade. Pode ser que os editores e developers incluam as nossas soluções de publicidade… A Amazon, também já está neste negócio de publicidade (de forma tímida, mas com um “pé na porta”).

Certamente, que na cabeça de Larry Page, Sergey Brin, Eric Schmidt e até mesmo Jeff Bezos pode haver vontade de “namorar” para mais tarde “casar” 😉
Vale a pena recordar, que Jeff Bezos foi um dos investidores inciais do Google com um investimento de 250 mil dólares…

Quase que me esquecia de uma novidade! O browser para o Kindle Fire o Silk, um browser super-rápido que aproveita todo o poder da “nuvem” da Amazon 🙂
Esta “novidade” foi certamente a que mais chateou o Google.
Ora, achavam que o Jeff Bezos ia dar Cookies ao Chrome? E o poder do CRM e data mining da Amazon ao qual sempre nos habituámos? 🙂

É expectável que o Silk em breve esteja disponível para outros sistemas operativos (Windows, MacOS e iOS).

Veja o video de apresentação do Silk:

 

 

Author avatar
Nuno Ribeiro
Country Manager da agência de inovação FABERNOVEL. Autor do livro Gerir na Era Digital (2011). Licenciado em Economia pela Universidade Católica de Lisboa, onde também concluiu um curso avançado de Gestão de Empresas Tecnológicas e uma pós-graduação em Gestão de Media e Entretenimento. Diretor a unidade Negócio Multimédia do grupo Controlinveste (2008 a 2012). Diretor da unidade de negócios de Internet do grupo Cofina Media (1999 a 2008). Consultor do secretário de Estado da Comunicação Social para a área digital (1997 a 2002).
We use cookies to give you the best experience.