Scroll to top

TransferWise cria conta bancária “sem fronteiras”

  • A TransferWise é especialista em transferências internacionais.
  • A startup lançou uma nova conta bancária “sem fronteiras” para pequenas  e médias empresas, comerciantes independentes e freelancers.

Os novos players fintech estão a tornar-se numa alternativa legítima em diferentes áreas do negócio dos bancos, conquistando quota de mercado, através da melhoria da conveniência, preço e transparência dos serviços. Este é o caso da  TransferWise que ganhou terreno nas transferências internacionais peer-to-peer e que agora está a expandir o seu modelo de negócio com uma nova oferta para empresas.

A startup criou um novo tipo de conta bancária “sem fronteiras” destinada a pequenas e médias empresas, comerciantes independentes e freelancers que fazem negócios internacionalmente. Um serviço através da qual oferece uma experiência fluída e sem “atrito”: torna possível depositar dinheiro em 15 moedas diferentes e usufruir de uma conta única que funciona como se uma empresa tivesse várias contas locais (Reino Unido, Europa e Estados Unidos).

Além deste novo serviço, a TransferWise tem vindo a disponibilizar novas funcionalidades para melhorar a conveniência: recentemente criou um chatbot no Facebook Messenger para transferências internacionais peer-to-peer.

Ao facilitar a movimentação de dinheiro internacionalmente, sobretudo às empresas, a TransferWise consegue expandir a sua base de utilizadores e processar maiores volumes de transações. Este é um fator crítico para garantir a sustentabilidade a longo-prazo do seu modelo de negócio, assente na cobrança de taxas reduzidas (cobra 1% ou menos).

Também a Moneytis, que utiliza a tecnologia blockchain, está a apostar na transparência e segurança para escalar a sua base de utilizadores. A startup francesa desenvolveu uma plataforma de comparação de diferentes serviços de transferências internacionais (incluindo a TransferWise, Western Union, etc) para ajudar os utilizadores a encontrar os serviços mais vantajosos.

Estes novos players estão a inovar na área de transferências internacionais sobretudo pela conveniência trazida pela experiências do Digital e por cobrarem taxas mais baixas. No entanto, outros serviços de transferências podem ser sérios concorrentes dos players tradicionais. A Ant Financial, empresa mãe da conhecida mobile wallet chinesa Alipay (da Alibaba de Jack Ma), por exemplo, está numa “luta” pela aquisição da MoneyGram. O eventual acesso à massiva base de dados da Alipay (conta com mais de 450 milhões de utilizadores ativos) poderá permitir à MoneyGram criar, provavelmente, a melhor oferta digital na indústria de transferências internacionais.

Author avatar
FABERNOVEL
A FABERNOVEL é um novo tipo de empresa que promove a inovação e o human-centered design na era digital, para ajudar as grandes empresas a desenvolverem o seu negócio à velocidade de uma startup.
We use cookies to give you the best experience.