IKEA prepara-se para entrar no mercado de co-living?

  • O laboratório de inovação da IKEA está a procurar inspiração para a criação de um espaço de co-living do futuro.
  • Através da plataforma “One Shared House 2030”, estão a ser recolhidos inputs dos consumidores.

O laboratório de inovação da IKEA, Space10, lançou uma nova plataforma online para identificar as necessidades dos consumidores e procurar inspiração para a criação de um espaço de co-living.

Na plataforma “One Shared House 2030”, o Space10 solicita inputs sobre tópicos relacionados com espaços de habitação partilhados (dimensão, localização, serviço, vantagens e desvantagens, tolerância…), através de um formulário online, que qualquer pessoa pode responder e submeter.

space10

Desta forma, consegue perceber, por exemplo, que bens e serviços – incluindo cozinhas, espaços de trabalho, dispositivos inteligentes, cuidados para crianças e carros autónomos -, os futuros nómadas urbanos estão dispostos a partilhar.

A ideia é utilizar estes inputs numa lógica de criação colaborativa, partindo das necessidades dos consumidores para criar uma espaço de co-living à medida, em vez de “empurrar” um conceito idealizado com base em pressupostos.

A visão da IKEA é “to create a better everyday life for the many people” e a futura entrada no mercado de co-living pode fazer todo o sentido como uma expansão do modelo de negócio da empresa sueca.

 

Tagged with: