Voltar ao topo

DESTAQUES GAFANOMICS® [01/DEZ/2017]

#ancora1 #ancora2#ancora3

06-PATRICIA-CIRCULAR

Por Patrícia Silva, Gestora de Comunicação e Marketing na FABERNOVEL INNOVATE Lisboa

“Destaques GAFAnomics®” é uma compilação dos artigos mais importantes partilhados internamente pela equipa da FABERNOVEL.

Softbank quer desconto nas ações da Uber

softbank-Masayoshi-Son
A Softbank fez uma oferta de compra de ações de investidores da Uber, num investimento que avalia a empresa em 48 mil milhões de dólares e que concede à gigante japonesa uma quota de 20% da Uber. A oferta representa um desconto de 30% (mais recente valorização da Uber é de 68,5 mil milhões de dólares), o que pode dissuadir os investidores de vender as suas ações.

Masayoshi Son, CEO da Softbank, está disposto a não avançar com o negócio e investir na Lyft, rival da Uber que começou recentemente a sua expansão internacional, se não adquirir pelo menos 14% da Uber.

Snapchat tenta distanciar-se do Facebook

O Snapchat fez algumas alterações à sua aplicação com o objetivo de atrair novos utilizadores, publicidade e, consequentemente, receitas. O redesign mostra que a empresa mantém o seu foco em ser, sobretudo, um serviço para comunicações privadas entre amigos e família.

O grande destaque vai para uma separação clara entre aquilo que são os conteúdos sociais, partilhados pelos utilizadores, e os conteúdos de empresas de Media, distanciando-se do “formato” da Newsfeed do Facebook. No entanto, utiliza uma peça-chave da estratégia do Facebook: a organização personalizada de conteúdos com base em algoritmos, que pode ser atrativa do ponto de vista da publicidade segmentada.

O Snapchat está a tentar criar uma experiência social mais íntima e uma alternativa aos ambientes sociais do Facebook, Twitter ou Instagram, mas, no final do dia, o seu negócio depende da publicidade e da escala. Será que vai conseguir impulsionar a sua base de utilizadores com esta estratégia?

Amazon lança plataforma de realidade virtual e aumentada

amazon-sumerian
A Amazon apresentou a Amazon Sumerian, um kit de ferramentas para programadores que torna mais fácil e rápida a criação de aplicações em realidade virtual (RV), realidade aumentada (RA) e em 3D. O Sumerian, disponibilizado através da Amazon Web Services, é uma forma de captar uma fatia de um mercado em pleno crescimento.

O facto de Apple, Facebook e Google terem também lançado plataformas para facilitar a criação de experiências em RV e RA ajudou a despertar o interesse dos programadores nestas tecnologias. E, apesar de a Amazon não estar a criar as suas próprias experiências em RV e RA, está a assegurar a sua relevância ao oferecer uma plataforma aos clientes da Amazon Web Services.

Isto é particularmente relevante para solidificar a sua posição de liderança no fornecimento de serviços cloud, uma vez que Google e Microsoft, rivais diretos da Amazon neste segmento, também estão a apostar nestas tecnologias.

Airbnb já permite dividir a conta

airbnb-group-payments

O Airbnb lançou uma nova funcionalidade que permite dividir o pagamento de estadias, com até 16 utilizadores. Este é um dos frutos da aquisição, no ano passado, da Tilt, uma app de transferências peer-to-peer.

Sem dúvida que este é um movimento inteligente que, para além de melhorar a experiência, pode estar diretamente ligado ao crescimento da base de utilizadores da plataforma. Durante a fase de testes, o Airbnb registou que 30% das reservas foram feitas com recurso a esta funcionalidade e que esta permitiu captar novos utilizadores.

Um facto interessante sobre o lançamento dos pagamentos em grupo é que esta opção surgiu porque foi a mais popular quando Brian Chesky, CEO do Airbnb, solicitou ideias no Twitter. O Airbnb é uma empresa que sabe ouvir e corresponder às expectativas dos clientes.

Author avatar
Patrícia Silva
Gestora de comunicação e marketing da FΛBERNOVEL. Colaborou com a Visão, SIC, Rádio Renascença e, mais recentemente, duas publicações ligadas às temáticas da Energia e Cidades Inteligentes. Licenciada em Comunicação e Jornalismo pela Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias e com uma Pós-Graduação em Jornalismo Multiplataforma pela Universidade Nova de Lisboa. 
We use cookies to give you the best experience.