Lynk & Co: automóveis conectados, em plataforma aberta

  • O fabricante de automóveis Lynk & Co está a desenvolver automóveis conectados, com serviços desenvolvidos numa plataforma aberta.
  • A empresa aposta também num modelo de vendas e distribuição direta.

O fabricante de automóveis chinês Lynk & Co, lançado pela Geely, grupo chinês detentor da Volvo, está a desenvolver automóveis conectados, que podem ser adquiridos, alugados ou subscritos.

O primeiro veículo, que já começou a ser comercializado na China, possui uma App store própria, sistemas telemáticos e sistemas de infotainment. O interessante é que estes serviços foram construídos em cima de uma plataforma de software aberta, assente em APIs, (desenvolvida em parceria com a Alibaba e a Microsoft) que permite aos programadores desenvolver novas aplicações. A grande vantagem? o veículo adapta-se a utilizações futuras e pode melhorar continuamente a sua experiência e a sua proposta de valor.

A Lynk & Co está também a adotar um modelo inovador de venda, distribuição e utilização dos seus veículos.
A simplificação da experiência de compra é um dos eixos centrais da marca chinesa. Tal como a Tesla, o modelo de distribuição da Lynk & Co assenta na venda direta de automóveis aos clientes, online e através de uma rede de lojas, o que lhe permite manter a relação direta com os clientes.

As entregas são feitas em mão ao novo proprietário e os automóveis são recolhidos e devolvidos da mesma forma sempre que o automóvel precisa de assistência.

Adicionalmente, os veículos podem ser adquiridos, mas também alugados ou utilizados através de um modelo de subscrição – inclui conectividade, seguro e assistência. A economia da partilha é, por isso, uma componente core do produto. O proprietário tem a opção de alugar o seu automóvel, rentabilizando-o quando não o está a utilizar:

Tagged with: