GM lança serviço de car-sharing P2P

  • A General Motors está a alargar o seu portfólio de serviços de mobilidade.
  • O fabricante automóvel planeia lançar um novo serviço de ride-sharing P2P.

 

A General Motors (GM) vai começar a testar, dentro de poucos meses, um novo serviço de car-sharing entre utilizadores (Peer-to-Peer – P2P), que vai permitir aos proprietários de automóveis das marcas GM (Chevrolet, Cadillac…) alugar os seus automóveis quando não estão a utilizá-los.

O serviço vai ser disponibilizado através da plataforma de car-sharing da GM, Maven,  mas é possível que a empresa venha, mais tarde, a isolar o peer-to-peer como um segmento de negócio independente aberto a outras marcas.

Porque é que isto é relevante?

A GM está a adicionar mais um serviço ao seu portefólio, à medida que está a sair do seu core business e a posicionar-se como um prestador de serviços de mobilidade. E já tem uma base significativa de potenciais utilizadores entre os proprietários dos seus automóveis, que poderá atrair para o serviço.

Um serviço deste tipo, permite aumentar o número de automóveis disponíveis para aluguer e conquistar o contacto com uma base mais vasta de utilizadores (mesmo aqueles que não são proprietários de automóveis da marca GM, passam a alugar automóveis através da sua plataforma).

Este pode ser um primeiro passo para, no futuro, lançar um serviço P2P semelhante, mas com automóveis autoguiados, semelhante ao que a Tesla planeia criar.

A GM prepara-se também oferecer, no próximo ano, um serviço de ride-hailing com automóveis autoguiados, que tem estado a testar com os seus colaboradores através da Cruise, a empresa de tecnologia para automóveis autoguiados que adquiriu, em 2016, por mais mil milhões de dólares.

O mercado global de serviços de mobilidade deverá valer 2,2 mil milhões de dólares em 2030 e a GM está a tentar conquistar um lugar no futuro da mobilidade.


Se a transformação na indústria da mobilidade e dos transportes é importante para a sua empresa, contacte a FABERNOVEL INNOVATE: