Exoesqueleto permite a tetraplégicos voltar a andar

  • Uma equipa de investigadores, em França, está a desenvolver uma estrutura robótica, que é acoplada ao corpo, para permitir a tetraplégicos voltar a andar.
  • Este exoesqueleto é controlado através de elétrodos que são colocados no cérebro.


Subscreva o nosso podcast em:
Apple Podcasts | Spotify | Google Podcasts | TuneIn

O Centro de Investigação Clinatec e a Universidade de Grenoble, em França, estão a desenvolver um exoesqueleto, ou seja, uma estrutura robótica que é acoplada ao corpo, para permitir a tetraplégicos voltar a andar.

O exoesqueleto é controlado através de elétrodos que são colocados no cérebro, para captar as intenções de movimento de quem o está a utilizar.

Neste momento, já foi criado e testado um protótipo que permitiu a um tetraplégico voltar a movimentar os braços e as pernas. Nas próximas fases, vai ser testada a capacidade de agarrar num objeto e melhorar o equilíbrio do exoesqueleto.

Agora, o objetivo dos investigadores é conseguir criar um mapa mais detalhado das leituras dos sinais enviados pelo cérebro e um computador mais potente para melhorar a capacidade de resposta de todo o processo.


Se a transformação na indústria da saúde é importante para a sua empresa, contacte a FABERNOVEL: