Neste Innovation Talk, conversámos com Pedro Lopes, Secretário de Estado para a Inovação e Formação Profissional de Cabo Verde, a propósito do primeiro aniversário da Cabo Verde Digital, uma agência governamental que promove o empreendedorismo e a inovação e que tem como objetivo criar um polo de desenvolvimento digital líder no continente africano.

Ouça aqui a entrevista:


Subscreva o nosso podcast em:
Apple Podcasts | Spotify | Google Podcasts | TuneIn

Neste momento, as principais iniciativas da agência são a Bolsa Cabo Verde Digital (apoia financeiramente as startups e que faz também a sua incubação e aceleração), a Kode Verde (ensina jovens a programar, em parceria com a Academia do Código), o Re!nventa Tourism (hackaton que desafia startups a resolver problemas e a inovar na indústria de turismo) e a GoGlobal (apoia a presença e a visibilidade das startups cabo-verdianas em eventos internacionais). 

Cabo Verde está também a construir um parque tecnológico, na ilha de Santiago, que pretende atrair empresas nacionais e internacionais a instalarem-se neste polo tecnológico e que será apoiado também por políticas de incentivos fiscais para empresas e particulares.

Nesta conversa, Pedro Lopes partilhou como Cabo Verde se está a posicionar como uma porta de entrada para as empresas tecnológicas explorarem o mercado africano e também o grande foco em atrair e reter talento em Cabo Verde. Dos planos fazem parte a criação de um visto especial para atrair nómadas digitais do mundo inteiro e incentivos fiscais para empresas.

 

Sobre Pedro Lopes, Secretário de Estado para a Inovação e Formação Profissional de Cabo Verde:

Pedro Lopes organizou o primeiro TEDx em Cabo Verde, foi fundador da organização Geração B-Bright, que tem como objetivo estimular o empreendedorismo dos jovens cabo-verdianos. Em 2017, ganhou o prémio nacional “Somos Cabo Verde“, na categoria de inovação e empreendedorismo, e foi selecionado pelo governo americano para participar no programa The Young African Leaders Initiative.

Em 2018, integrou a lista dos afro-descendentes mais influentes do mundo com menos de 40 anos de idade e foi escolhido pelo ex-presidente americano Barack Obama para integrar a sua primeira iniciativa de liderança em África.
Aos 31 anos de idade foi nomeado Secretário de Estado para a Inovação e Formação Profissional e tornou-se o mais jovem membro do governo de Cabo Verde.