Avanço científico da DeepMind pode revolucionar descoberta de fármacos


Subscreva o nosso podcast em:
Apple Podcasts | Spotify | Google Podcasts | TuneIn

Avanço científico da DeepMind pode revolucionar descoberta de fármacos

A DeepMind, uma empresa da Google especializada em inteligência artificial, resolveu um dos mistérios da biologia sobre o comportamento das proteínas, que pode revolucionar a descoberta de fármacos.

O avanço científico foi conseguido através do programa de inteligência artificial AlphaFold, que permite prever a estrutura das proteínas e, assim, ter um conhecimento mais aprofundado sobre as doenças.

Salesforce compra Slack

27,7 mil milhões de dólares foi quanto a gigante de cloud computing e CRM Salesforce pagou pela aquisição da Slack, uma plataforma de colaboração e comunicação interna para empresas, que tem mais de 12 milhões de utilizadores ativos por dia.

Esta compra, a maior da Salesforce até hoje, vem reforçar o posicionamento em relação à Microsoft, que através do Microsoft Teams concorre diretamente como o Slack. 

Para conhecer as 3 estratégias que explicam o sucesso do Slack, pode consultar em fabernovel.pt o nosso estudo Slack, the future workplace.

Facebook prepara-se para lançar moeda digital 

A moeda digital do consórcio Libra Association, que é liderado pelo Facebook e que integra mais 26 empresas, conhecida como Libra, alterou o nome para Diem, assim como o consórcio que mudou para Diem Association. A Diem poderá ser lançada em janeiro de 2021, estando apenas a aguardar a licença do regulador suíço para começar a operar. 

Este sistema global de pagamentos digitais vai vincular-se a várias moedas de países, incluindo o dólar e o euro. O objetivo é que possam ser utilizadas juntamente com a Diem, que vai funcionar como uma multi-moeda que vai permitir pagamentos e transferências instantâneas sem fronteiras.

França aplica imposto às gigantes tecnológicas

Google, Facebook e Amazon estão entre as empresas norte-americanas que vão pagar um imposto de 3% sobre a receita de serviços digitais em França.

O pagamento começa a ser feito a partir de dezembro de 2020 e aplica-se a empresas com uma receita global de mais de 750 milhões de euros.

Esta decisão das autoridades francesas vai ser revista assim que a OCDE chegar a um acordo global sobre como regulamentar as gigantes tecnológicas.

 

Novo modelo económico em rede, inspirado pelos GAFA – Google, Apple, Facebook e Amazon – que integra Unicórnios (startups com valorização acima de mil milhões de dólares), gigantes chineses de tecnologia e todas as empresas que mudam as nossas vidas através da tecnologia e inovação.

Outros acrónimos de empresas que seguem estratégias GAFAnomics®:
NATU – Netflix, AirBnB, Tesla e UBER
BATX – Baidu, Alibaba, Tencent e Xiaomi (os GAFA chineses).

Durma descansado, os GAFA estão a trabalhar… possivelmente para transformar (disromper) a sua indústria.

Quer tornar a sua empresa numa empresa GAFAnomics® ? Contacte a FABERNOVEL.

 

Author avatar
Nuno Ribeiro
Portugal General Manager da agência de inovação FABERNOVEL. Foi diretor da unidade de negócio multimédia do grupo Global Media (2008 a 2012), diretor da unidade de negócios de Internet do grupo Cofina Media (1999 a 2008) e consultor do secretário de Estado da Comunicação Social para a área digital (1997 a 2002). Em paralelo com a atividade profissional foi docente, coordenador de programas executivos e pós-graduações nas Universidades: Católica-Lisbon, Europeia, ISEG e Lusófona (2001 a 2016). Colaborou com artigos de opinião e comentador, sobre temas de inovação, transformação digital e nova economia nos media: Visão, Diário de Notícias, Meios & Publicidade e Económico TV. 
Autor do livro Gerir na Era Digital (2011). É licenciado em Economia pela Católica-Lisbon, onde também concluiu o curso avançado Gestão de empresas tecnológicas e uma pós-graduação em Media e Entretenimento.
We use cookies to give you the best experience.