Avanço científico da DeepMind pode revolucionar descoberta de fármacos


Subscreva o nosso podcast em:
Apple Podcasts | Spotify | Google Podcasts | TuneIn

Avanço científico da DeepMind pode revolucionar descoberta de fármacos

A DeepMind, uma empresa da Google especializada em inteligência artificial, resolveu um dos mistérios da biologia sobre o comportamento das proteínas, que pode revolucionar a descoberta de fármacos.

O avanço científico foi conseguido através do programa de inteligência artificial AlphaFold, que permite prever a estrutura das proteínas e, assim, ter um conhecimento mais aprofundado sobre as doenças.

Salesforce compra Slack

27,7 mil milhões de dólares foi quanto a gigante de cloud computing e CRM Salesforce pagou pela aquisição da Slack, uma plataforma de colaboração e comunicação interna para empresas, que tem mais de 12 milhões de utilizadores ativos por dia.

Esta compra, a maior da Salesforce até hoje, vem reforçar o posicionamento em relação à Microsoft, que através do Microsoft Teams concorre diretamente como o Slack. 

Para conhecer as 3 estratégias que explicam o sucesso do Slack, pode consultar em fabernovel.pt o nosso estudo Slack, the future workplace.

Facebook prepara-se para lançar moeda digital 

A moeda digital do consórcio Libra Association, que é liderado pelo Facebook e que integra mais 26 empresas, conhecida como Libra, alterou o nome para Diem, assim como o consórcio que mudou para Diem Association. A Diem poderá ser lançada em janeiro de 2021, estando apenas a aguardar a licença do regulador suíço para começar a operar. 

Este sistema global de pagamentos digitais vai vincular-se a várias moedas de países, incluindo o dólar e o euro. O objetivo é que possam ser utilizadas juntamente com a Diem, que vai funcionar como uma multi-moeda que vai permitir pagamentos e transferências instantâneas sem fronteiras.

França aplica imposto às gigantes tecnológicas

Google, Facebook e Amazon estão entre as empresas norte-americanas que vão pagar um imposto de 3% sobre a receita de serviços digitais em França.

O pagamento começa a ser feito a partir de dezembro de 2020 e aplica-se a empresas com uma receita global de mais de 750 milhões de euros.

Esta decisão das autoridades francesas vai ser revista assim que a OCDE chegar a um acordo global sobre como regulamentar as gigantes tecnológicas.

 

Novo modelo económico em rede, inspirado pelos GAFA – Google, Apple, Facebook e Amazon – que integra Unicórnios (startups com valorização acima de mil milhões de dólares), gigantes chineses de tecnologia e todas as empresas que mudam as nossas vidas através da tecnologia e inovação.

Outros acrónimos de empresas que seguem estratégias GAFAnomics®:
NATU – Netflix, AirBnB, Tesla e UBER
BATX – Baidu, Alibaba, Tencent e Xiaomi (os GAFA chineses).

Durma descansado, os GAFA estão a trabalhar… possivelmente para transformar (disromper) a sua indústria.

Quer tornar a sua empresa numa empresa GAFAnomics® ? Contacte a FABERNOVEL.

 

Author avatar
Nuno Ribeiro
Country Manager da agência de inovação FABERNOVEL. Autor do livro Gerir na Era Digital (2011). Licenciado em Economia pela Universidade Católica de Lisboa, onde também concluiu um curso avançado de Gestão de Empresas Tecnológicas e uma pós-graduação em Gestão de Media e Entretenimento. Diretor a unidade Negócio Multimédia do grupo Controlinveste (2008 a 2012). Diretor da unidade de negócios de Internet do grupo Cofina Media (1999 a 2008). Consultor do secretário de Estado da Comunicação Social para a área digital (1997 a 2002).
We use cookies to give you the best experience.