Airbnb entra em bolsa

Governo americano processa Google

O governo americano está a processar a Google por considerar que a empresa abusa de uma posição dominante nos motores de busca que cria obstáculos à concorrência.

O processo centra-se em acordos que a Google fez para privilegiar o seu próprio motor de busca, incluindo a parceria exclusiva em que a Google paga à Apple cerca de 10 mil milhões de dólares por ano para ser o motor de busca nos dispositivos da Apple e incluindo outros acordos, também com o mesmo objetivo, feitos com os fabricantes de smartphones com o sistema operativo Android.

A Google tem uma quota de 88% do mercado de motores de busca online nos Estados Unidos, o que faz da publicidade a sua grande fonte de receita.

Este processo é a primeira decisão do governo que resulta de uma investigação de 16 meses às práticas da Google, Apple, Facebook e Amazon.

Zoom lança serviço de eventos online

Aulas de fitness e de música, concertos, espetáculos de stand-up. Agora, a plataforma de videoconferências Zoom permite organizar eventos online, através do novo serviço OnZoom.

Por enquanto em versão beta e apenas disponível para os subscritores pagantes do Zoom, o serviço facilita a criação de um evento e a divulgação através dos media sociais, permitindo aos organizadores a venda direta de bilhetes. 

Para os participantes, a plataforma disponibiliza uma área onde é possível pesquisar todos os eventos que vão decorrer e inclui uma opção que permite oferecer um bilhete a um amigo ou familiar. 

Resultados do Netflix ficam aquém das expectativas

O Netflix apresentou uma receita de 6,4 mil milhões de dólares no terceiro trimestre de 2020 e um lucro de 790 milhões de dólares

O número de novos subscritores ficou abaixo do esperado. No terceiro trimestre, conquistou mais 2,2 milhões de novos subscritores (Netflix tinha estimado 2,5 milhões) e tem agora um total de 195 milhões de subscritores em todo o mundo. 

Para o próximo trimestre, a Netflix espera uma receita de 6,57 mil milhões de dólares e um lucro de 615 milhões de dólares. Quanto ao número de clientes, a expectativa é que possa conquistar mais 6 milhões de subscritores e ultrapassar a fasquia dos 200 milhões de clientes.

Lucro da Tesla mais do que triplica

A Tesla apresentou resultados com o lucro a mais do que triplicar para 331 milhões de dólares no terceiro trimestre, comparado com o mesmo período de 2019. A receita foi de 8,77 mil milhões de dólares. A Tesla bateu um novo recorde com mais de 139 mil carros entregues durante o trimestre. Desde o início do ano, já vendeu 319.980 automóveis. Com estes resultados, a Tesla atingiu o quinto trimestre consecutivo com lucro

Novo modelo económico em rede, inspirado pelos GAFA – Google, Apple, Facebook e Amazon – que integra Unicórnios (startups com valorização acima de mil milhões de dólares), gigantes chineses de tecnologia e todas as empresas que mudam as nossas vidas através da tecnologia e inovação.

Outros acrónimos de empresas que seguem estratégias GAFAnomics®:
NATU – Netflix, AirBnB, Tesla e UBER
BATX – Baidu, Alibaba, Tencent e Xiaomi (os GAFA chineses).

Durma descansado, os GAFA estão a trabalhar… possivelmente para transformar (disromper) a sua indústria.

Quer tornar a sua empresa numa empresa GAFAnomics® ? Contacte a FABERNOVEL.

    Author avatar
    Nuno Ribeiro
    Portugal General Manager da agência de inovação FABERNOVEL. Foi diretor da unidade de negócio multimédia do grupo Global Media (2008 a 2012), diretor da unidade de negócios de Internet do grupo Cofina Media (1999 a 2008) e consultor do secretário de Estado da Comunicação Social para a área digital (1997 a 2002). Em paralelo com a atividade profissional foi docente, coordenador de programas executivos e pós-graduações nas Universidades: Católica-Lisbon, Europeia, ISEG e Lusófona (2001 a 2016). Colaborou com artigos de opinião e comentador, sobre temas de inovação, transformação digital e nova economia nos media: Visão, Diário de Notícias, Meios & Publicidade e Económico TV. 
Autor do livro Gerir na Era Digital (2011). É licenciado em Economia pela Católica-Lisbon, onde também concluiu o curso avançado Gestão de empresas tecnológicas e uma pós-graduação em Media e Entretenimento.
    We use cookies to give you the best experience.