• A Phenix é uma aplicação que ajuda a salvar produtos alimentares que não são vendidos em supermercados, mercearias, padarias ou restaurantes.
  • Os produtos excedentes são colocados em cabazes que podem ser adquiridos através de uma App, com descontos até 50%.

Subscreva o nosso podcast em:
Apple Podcasts | Spotify | Google Podcasts | TuneIn

Construir um mundo sem desperdício começa a ser o objetivo de muitas startups e é também o objetivo da Phenix, uma startup de origem francesa que ajuda a salvar produtos alimentares que não são vendidos, como frutas e vegetais danificados ou fora do tamanho padrão.

Os produtos excedentes, quer sejam de supermercados, mercearias, padarias ou restaurantes, são colocados em cabazes (por exemplo, vegetariano, pronto-a-comer, frutas e legumes) que podem ser adquiridos através de uma app, com descontos até 50%.

Com mais de 700 mil utilizadores ativos, a Phenix já evitou, globalmente, 50 toneladas de resíduos e salva o desperdício de 100 mil refeições por dia. 

Em Portugal, em 2020, salvou 4 milhões de refeições. 

A empresa conta com uma rede de 3.500 parceiros, incluindo distribuidores, retalhistas, fabricantes e fornecedores. Em França, tem como parceiros o Franprix, o Grupo Casino, o Intermarché, o Carrefour e o Monoprix.

Além da venda de produtos excedentes, estes comerciantes podem também optar por fazer doações a instituições ou doações para alimentação animal e, ainda, enviar produtos para compostagem.

Neste momento, a startup opera em 5 países europeus: França, Portugal, Espanha, Suíça e Bélgica. 

Desde que foi fundada em 2014, já captou 15 milhões de euros e tem como investidor o fundo de investimento da Danone


Se a transformação na indústria de retalho é importante para a sua empresa, contacte a FABERNOVEL: