• A Toyota está a construir uma cidade protótipo do futuro, alimentada por fontes de energia sustentável, que vai ser um laboratório vivo para testar novas tecnologias, incluindo veículos autoguiados.
  • O projeto inclui uma plataforma digital que replica a informação captada em tempo real desta cidade e que será útil para o desenvolvimento de novos serviços.

A Woven City é a cidade protótipo do futuro que o fabricante de automóveis Toyota está a construir perto de Mount Fuji, no Japão. Esta cidade conectada e alimentada por fontes de energia sustentável vai ser um laboratório vivo para testar novas tecnologias. 

Todas as casas vão ser inteligentes, incluindo, por exemplo, robôs domésticos, frigoríficos que fazem a encomenda automática de compras e sensores que recolhem dados de saúde dos habitantes.
Todos os dados serão processados e analisados com recurso a inteligência artificial. 

Os moradores desta cidade vão poder também deslocar-se em veículos elétricos e autoguiados. E, como seria de esperar, a Toyota vai aproveitar para testar os veículos autoguiados Toyota e-Palette que vão ser utilizados para o transporte de passageiros, de encomendas e também como lojas ambulantes. 

Para testar soluções de mobilidade, a cidade vai ter três tipos de vias: uma exclusiva a veículos mais rápidos, outra para veículos que se deslocam a velocidades mais baixas e um passeio para peões. 

Tudo isto vai ser suportado por uma plataforma digital que replica a informação captada em tempo real desta cidade e que será útil para o desenvolvimento de novos serviços. Esta plataforma será aberta a investigadores e programadores de todo o mundo para testar e desenvolver novas tecnologias para a Woven City.

Com mais de 70 hectares, a construção desta cidade já arrancou e deverá estar concluída em 2024.
O objetivo inicial é que seja habitada por 2 mil pessoas, incluindo familiares e colaboradores da Toyota.