• Fundada na Suécia, a Opibus nasceu com o objetivo de acelerar a transição para a mobilidade elétrica em África, convertendo veículos a combustão em veículos elétricos. 
  • A solução da startup é modular, o que permite que seja instalada em qualquer tipo de veículo, em apenas 2 dias. 

Subscreva o nosso podcast em:
Apple Podcasts | Spotify | Google Podcasts | TuneIn

Fundada em 2017, pelos engenheiros suecos Filip Lövström, Filip Gardler, Mikael Gånge e Rawlings Nechavava, a Opibus nasceu com o objetivo de acelerar a transição para a mobilidade elétrica em África, convertendo veículos a combustão em veículos elétricos. A ideia nasceu num projeto de investigação em contexto académico, na Linköping University, e está a ser implementada no Quénia. 

A solução é simples: o motor a combustão e o depósito de combustível são retirados do veículo e são substituídos por um motor elétrico e por baterias. Este sistema é modular, o que permite que seja instalado em qualquer tipo de veículo, em apenas 2 dias. 

A Opibus começou por transformar veículos todo-o-terreno, utilizados sobretudo por empresas de de turismo para Safaris. Depois de transformados, estes jipes podem ter uma autonomia de 140 quilómetros, tornando as tours em parques naturais mais sustentáveis e silenciosas. 

Outro mercado são os veículos utilizados para transportes públicos, incluindo autocarros. 

Além da conversão de veículos de quatro rodas, a Opibus vai também fabricar motos elétricas, que já se encontram disponíveis para encomenda e que têm entrega estimada para o final de 2021. 

Neste momento, a empresa opera apenas em África, mas tem como objetivo chegar a mercados em todo o mundo em 2022.


Se a transformação na indústria de mobilidade é importante para a sua empresa, contacte a FABERNOVEL: