• O fabricante brasileiro de aviões Embraer está a desenvolver um táxi aéreo 100% elétrico e autoguiado, através da nova subsidiária Eve Air Mobility.
  • Como forma de antever a procura e as necessidades dos passageiros, a Eve Air Mobility já lançou o serviço de transporte, para já com helicóptero.

O fabricante brasileiro de aviões Embraer está a desenvolver um táxi aéreo 100% elétrico e autoguiado, através da nova subsidiária Eve Air Mobility, fundada em 2020. 

Prometendo revolucionar a mobilidade nas cidades, este táxi voador distingue-se por descolar e aterrar verticalmente. Tem capacidade para transportar cinco pessoas e a autonomia de voo, para estas deslocações de curta duração, é de cerca de 100 quilómetros. 

Como forma de antever a procura e as necessidades dos passageiros, a Eve Air Mobility já lançou o serviço, para já com helicóptero. Estes voos fazem a ligação entre a Barra da Tijuca e o Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro. 

Estes testes têm como objetivo ajudar a definir as rotas, a duração e o preço das futuras viagens nestes táxis elétricos voadores e também perceber qual é a aceitação deste novo meio de transporte no mercado brasileiro. 

Neste momento, a Eve Air Mobility já recebeu perto de 700 encomendas, incluindo de empresas de serviços de transporte aéreo como a Bristow, a Blade, a Halo e a Flapper. A expectativa é que os veículos entrem em produção e comecem a ser vendidos em 2026.