Voltar ao topo

Apple: Depois da “Tempestade”…

Afinal, a “Tempestade” criada em volta do problema da antena do iPhone 4 que ficou baptizada como “Antennagate”, não passou de uma curta tempestade.

Na conferência de imprensa de sexta-feira, Steve Jobs explicou o “problema” que afinal é comum a outros telemóveis/Smartphones (veja a análise comparativa que a Apple efectuou), e que não gerou reacções como aconteceu com o iPhone 4. Na verdade as variáveis sobre recepção de sinal não dependem apenas do dispositivo… qualquer utilizador de telemóvel já teve problemas na recepção.

Sobre a conferência e respectivos impactos no mercado aqui deixo alguns dos factos que considero mais relevantes:

– No dia anterior à conferência, surgiu no YouTube a música “The iPhone Antenna Song” criada por Jonathan Mann (um fã da Apple). O vídeo teve destaque em vários sites e blogs de referência. Até agora teve mais de 450 mil visualizações.

– Na abertura da conferência, antes mesmo de Steve Jobs entrar em palco (e para surpresa de muitos), é exibido o video “The iPhone Antena Song” (que antecipou muito do que Steve Jobs tinha para dizer).

Video com a conferêcia de imprensa de Steve Jobs


Destaques da apresentação de Steve Jobs:

– Não somos perfeitos. Os telemóveis também não são perfeitos.

– Queremos todos os nossos clientes satisfeitos. Quem não tem consciência disso não conhece de facto a Apple (julgo que é uma “farpa” interna a Steve Wozniak).
É isso que nos move quando criamos os nossos produtos.

– O iPhone 4 é provavelmente o melhor produto de sempre da Apple (considerado por vários Media como melhor Smartphone do mercado), vendeu mais de 3 milhões de unidades em apenas 3 semanas

– Apenas 0,55% dos utilizadores de iPhone 4 reportaram problemas de recepção

– O problema de recepção não é um problema do iPhone 4, mas acontece em vários Smartphones. Os telemóveis não são perfeitos e é um desafio para toda a indústria.

– A Apple investiu 100 milhões de dólares na melhor tecnologia para testar antenas de telemóveis. Construiu 17 salas de teste e tem os melhores engenheiros do mundo (veja o site onde está disponível informação – vale a pena ver o video)

– O iPhone 3Gs era até aqui o Smartphone com menor taxa de devolução (6%) e o iPhone 4 tem apenas 1,7%.
O que demonstra a clara satisfação dos clientes da Apple.

– Até final do mês o iPhone 4 está disponível em mais 17 países (Portugal ainda não está na lista)

– A capa resolve o problema de recepção… por isso, vamos oferecer capas a todos os que já compraram e aos que comprarem o iPhone 4 até 30 de Setembro.

– Em caso de insatisfação devolvemos 100% do dinheiro (até 30 dias após a compra).

– Adoramos os nossos consumidores
De todos os produtos: Macs, iPods, iPhones, iPads, Apple TV, App Store,…
Nós ligamos-los com excelentes aplicações e conteúdo
E eles recompensam-nos por continuarem a ser nossos consumidores

Enquanto decorria a conferência, a cotação das acções da Apple faziam eco do sentimento dos investidores e também especuladores.

No momento em que Steve Jobs diz que vai dar capas para iPhone e que devolve o dinheiro em caso de insatisfação as acções sobem vertiginosamente e chegam aos 254,25 dólares. Não há muitos CEO´s no mundo com a capacidade de influenciar os mercados como Steve Jobs.

 

As acções da Apple fecharam a descer (-0,62%) , mas sexta-feira foi um dia negativo nas principais praças financeiras. Os principais concorrentes tiveram quedas bastante superiores: Google (- 6,97% ), Sony (- 4,98% ), RIM (-4,28%), Amazon (-2,92%), Microsoft (-2,43%) e Nokia (-1,24%).

Steve Jobs sabe que o risco de devolução é muito baixo, e manteve-se fiel aos princípios da Apple que era o que todos os consumidores esperavam desta conferência. E ninguém tem dúvidas que o iPhone 4, e os restantes dispositivos da Apple estão numa curva de crescimento de vendas sustentada pois todo o ecossistema que a Apple criou dão aos utilizadores uma experiência de singular que garante um nível de fidelização nunca visto na indústria de tecnologia e de produtos electrónicos.

Entretanto, Jonathan Mann aproveitou a popularidade e já fez (ontem), mais uma música. Desta vez dedicada a Steve Jobs

Acho que esta história não vai terminar aqui… Steve Jobs já acalmou os consumidores, a imprensa e o mercado. Falta agora tratar internamente de resolver com Steve Wozniak a entrevista que deu e o facto de ter ajudado a “incendiar” os Media sobre o caso do “problema” da antena no iPhone4

Fica a sugestão para o Jonathan Mann: Que tal mais uma música sobre a saída de Steve Wozniak da Apple?

Outros relacionados – “Primeiro Capítulo”: Apple numa “Tempestade de Merda”

Sobre Jonathan Mann: cria uma música diariamente que coloca on line.

Onde pode encontrar as músicas do Jonathan Mann:
http://www.jonathanmannmusic.com/

http://www.rockcookiebottom.com/

You Tube: http://www.youtube.com/therockcookiebottom

Last.FM: http://www.lastfm.com.br/music/Jonathan+Mann

MySpace: http://www.myspace.com/rockcookiebottom

iTunes (loja americana): http://ax.itunes.apple.com/pt/artist/jonathan-mann/id188742143&forceArtistPage=1

Facebook: http://www.facebook.com/songadaymann

Twitter: http://twitter.com/songadaymann

Author avatar
Nuno Ribeiro
Country Manager da agência de inovação FABERNOVEL. Autor do livro Gerir na Era Digital (2011). Licenciado em Economia pela Universidade Católica de Lisboa, onde também concluiu um curso avançado de Gestão de Empresas Tecnológicas e uma pós-graduação em Gestão de Media e Entretenimento. Diretor a unidade Negócio Multimédia do grupo Controlinveste (2008 a 2012). Diretor da unidade de negócios de Internet do grupo Cofina Media (1999 a 2008). Consultor do secretário de Estado da Comunicação Social para a área digital (1997 a 2002).
We use cookies to give you the best experience.