Etiqueta: iPhone 4

Apple: Resultados históricos 20 mil milhões de receitas no trimestre

A Apple apresentou ontem os resultados do trimestre (que coincide também com o final do ano fiscal), e os resultados apresentados são históricos e acima das estimativas dos analistas. As receitas do trimestre ultrapassaram os 20,34 mil milhões de dólares e os lucros 4,3 mil milhões de dólares. As vendas dos equipamentos da Apple, apresentaram também valores históricos no trimestre com o iPhone a liderar o número de unidades vendidas com 14,1 milhões, 9 milhões de iPods, 4,19 milhões de iPads (abaixo das expectativas de 4,81 milhões, por falta de capacidade da produção corresponder à procura) e 3,89 milhões de Macs (que já conquistou 10% de quota de mercado de computadores nos Estados Unidos) e 250 mil Apple TV (valor revelado durante a sessão de perguntas e respostas).

A cotação das acções da Apple (NASDAQ: AAPL) antes da apresentação de resultados atingiram, no final da sessão de bolsa de ontem, o valor também histórico de 318 dólares por acção (uma valorização de 69,1% no ano), que se traduz no valor de mercado de 290 mil milhões de dólares colocando a Apple cada vez mais próxima de se tornar a maior empresa do mundo.
Depois do entusiasmo sobre a expectativa (e especulação) dos últimos dias amanhã a cotação apresenta no pré-mercado uma tendência de descida (de mais de 6%).

Em declarações ao canal Bloomberg, Brian Marshall da Gleacher & Company, mantêm a recomendação de compra com um price target de 345 dólares nos próximos 12 meses:

Na próxima quarta (às nossas 18 horas), o anunciado evento: “Back to the Mac”  onde se espera a apresentação do novo sistema operativo OS X e o do novo MacBook Air vão certamente animar positivamente a cotações da Apple.

Análise de resultados no trimestre (Q4 Homólogo) – 2010 Vs 2009

Dólares
2010 (Setembro)
2009 (Setembro)
Variação
Receitas (Mil Milhões)
20.343
12.207
+ 66,65%
Lucro (Mil Milhões)
4.308
2.532
+ 70,14%
Lucro por Acção
4,71
2,532
+86,02%

Análise de resultados no trimestre Q 4 Real Vs Estimativas

Dólares
2010
2010 (Estimativa)
Variação
Receitas (Mil Milhões)
20.343
14.750
+ 13,02%
Lucro por Acção
4,71
3,44
+36,92%

Acumulado do ano (Doze Meses – homólogo) – 2010 Vs 2009

Dólares
2010
2009
Variação
Receitas (Mil Milhões)
65.225
42.905
+52,02%
Lucro (Mil Milhões)
14.013
8.235
+ 70,16%
Lucro por Acção
15,41
9,22
+67,14%

Como habitualmente, os resultados foram apresentados pelo CFO – Petter Oppenheimer e o COO – Tim Cook. Mas com resultados tão expressivos Steve Jobs não resistiu e também esteve presente nesta apresentação de resultados histórica onde foi ultrapassada a barreira dos 20 mil milhões de dólares de facturação num trimestre.

E claro, Steve Jobs não resistiu a fazer a análise, retirar conclusões, provocar com truques Ninja os concorrentes 🙂 e a deixar recados aos programadores, editores e accionistas. Aqui ficam as mais relevantes:

Sobre a RIM e a quota de mercado dos Blackberry:

We’ve now passed RIM, and I don’t see them catching up with us.

Sobre o número de activações de Android e aplicações disponíveis:

What about Google? Activating 200,000 Android devices per day, and 90,000 apps in App store. Apple activated about 275,000 iOS devices per day over past 30 days, with peak around 300,0000 on some of those days. With 300,000 apps on App Store. No solid data for Android phone shipments. Google loves to characterize Android as open, and iOS and iPhone as closed. We find this a bit disingenuous.

Apple: Woz não saias do “Museu”

Steve Wozniak (Woz), fundador da Apple com Steve Jobs, continua a “meter água” depois de ter deitado “gasolina” no caso “Antennagate”.
Quando a “tempestade” sobre a antena do iPhone 4 estava ao rubro, Woz deu uma entrevista onde “deitou gasolina” sobre o tema “quente” – referindo que ele próprio tinha sentido problemas de recepção no seu iPhone 4 – mesmo antes da conferência de Steve Jobs para esclarecer o assunto.

Ler Mais

Apple: Depois da “Tempestade”…

Afinal, a “Tempestade” criada em volta do problema da antena do iPhone 4 que ficou baptizada como “Antennagate”, não passou de uma curta tempestade.

Na conferência de imprensa de sexta-feira, Steve Jobs explicou o “problema” que afinal é comum a outros telemóveis/Smartphones (veja a análise comparativa que a Apple efectuou), e que não gerou reacções como aconteceu com o iPhone 4. Na verdade as variáveis sobre recepção de sinal não dependem apenas do dispositivo… qualquer utilizador de telemóvel já teve problemas na recepção.

Sobre a conferência e respectivos impactos no mercado aqui deixo alguns dos factos que considero mais relevantes:

– No dia anterior à conferência, surgiu no YouTube a música “The iPhone Antenna Song” criada por Jonathan Mann (um fã da Apple). O vídeo teve destaque em vários sites e blogs de referência. Até agora teve mais de 450 mil visualizações.

– Na abertura da conferência, antes mesmo de Steve Jobs entrar em palco (e para surpresa de muitos), é exibido o video “The iPhone Antena Song” (que antecipou muito do que Steve Jobs tinha para dizer).

Video com a conferêcia de imprensa de Steve Jobs


Destaques da apresentação de Steve Jobs:

Apple numa “Tempestade de Merda”

A saída de Steve Jobs da Apple em 1985 foi provocada por incompatibilidades e maus relacionamentos com o o CEO John Sculley e com Steve Wozniak(co-Fundador da Apple).
Steve Jobs e Steve Wozniak ficaram anos sem se falarem.
A polémica por causa do problema com a antena do iPhone 4 provocou na Apple uma verdadeira tempestade. A definição correcta foi dada por Dave Winer (“pai dos blogs e RSS”): “Apple numa Tempestade de Merda”