Esqueça o seu carro, agora ele é de todos!

constanca

Artigo de Constança Azevedo Gomes, analista na FABERNOVEL INNOVATE

Num futuro bem mais próximo do que imaginávamos já não vamos precisar de possuir um carro para poder usufruir dos seus benefícios. Agora, vamos poder escolher o modelo de carro que quisermos, a qualquer momento. Essa é a oferta que os grandes fabricantes de carros estão a desenvolver e cujo resultados se têm demonstrado muito positivos: existem já alguns casos de sucesso na Europa, como o Car2Go desenvolvido pela Daimler; o DriveNow pela BMW, o Ford2Go pela Ford, entre outros.

Recentemente, a General Motors também aderiu ao serviço de car-sharing on-demand com o lançamento do projeto Maven nos EUA. O objetivo é, claramente, oferecer a melhor experiência possível aos utilizadores. A possibilidade de escolha entre 4 modelos de carro da gama Chevrolet equipados com as últimas tecnologias, a par da disponibilização de um cartão de combustível ao condutor para efetuar depósitos sem qualquer custo, o seguro incluído e a assistência 24/24h tornam-o num serviço bastante atrativo. Tudo isto à distância de um clique. O utilizador acede ao carro através do smartphone, tendo apenas a obrigação de no final devolver o carro no local de partida.

Um dos grandes desafios dos fabricantes de carros prende-se com a personalização da experiência do condutor no carro, ainda que não lhe pertença. O projeto Every Mini is My Mini centra-se na alteração de determinadas condições no carro consoante o utilizador, graças à recolha e análise de dados. O carro dispõe também da opção “inspire me” onde é dado ao condutor a oportunidade de experimentar o driving mode de outros utilizadores, desde amigos à família, ou até mesmo personalidades conhecidas. São também dadas sugestões de lugares ou trajetos, conforme o seu histórico.

Esqueça os encargos com seguros, a inspeção em dia,  o automóvel tornar-se um bem partilhado e essas obrigações são agora responsabilidade de quem disponibiliza os veículos.

De facto, estima-se que em média os carros permanecem inativos 95% do tempo, pelo que a otimização do número de carros terá um impacto direto na organização das cidades. Esta representa uma grande mudança na mentalidade da sociedade, mas as novas gerações já estão preparadas para isto e muito mais. Temos como alguns exemplos o boom do Airbnb, Uber, BlaBlaCar, Wikipedia, TaskRabbit, Etsy, etc, que vêm desafiar as regras tradicionais da economia.

Caminhamos para um mundo melhor, menos egoísta e centrado na partilha.

 

Tagged with: