Hulu implementa estratégia de TV da Apple?

O conteúdo continua a ser Rei na Era Digital e os players over-the-top TV estão a posicionar-se para captar estes ativos e enriquecer os seus serviços de streaming. A Hulu (detida pela Disney, Comcast, Time Warner e 21st Century Fox) está a implementar a estratégia de TV que tudo indica a Apple está a tentar desenvolver (ainda sem sucesso). O que poderá despertar o interesse para uma possível aquisição da Hulu, a um preço bastante mais baixo do que, por exemplo, o Netflix (e que ainda não tem emissão em direto de TV). 

A mais recente parceria da Hulu foi criada com a CBS e espelha, além de um mercado bastante fragmentado, a crescente importância da aquisição de direitos de transmissão de conteúdos.
Com este negócio, a Hulu fará o live-stream daquela que é a rede de TV mais vista nos Estados Unidos, bem como da CBS Sports Network e do canal por cabo Pop. Este é um grande passo para a Hulu, que consegue, assim, captar para a sua plataforma os conteúdos de uma das grandes empresas de media que ainda não estavam integrados no seu serviço (já integra conteúdos da Time Warner, 21st Century Fox e Walt Disney, incluindo canais como a CNN, Fox e ESPN). O novo serviço de streaming de TV em direto estará disponível para iOS e Apps para TV full-screen.

Para a CBS, que já possui um serviço de streaming de vídeo on-demand pago (CBS All Access), esta é uma forma de captar receitas superiores àquelas que aufere com os distribuidores de TV paga tradicionais (CBS irá receber, inicialmente, 3 dólares por subscritor, mas poderá vir a ascender os 4 dólares). Além disso, a empresa manterá exclusivos aos seu serviço de streaming alguns conteúdos, incluindo conteúdos originais (como o Start Trek: Discovery), de forma a continuar a rentabilizar a sua plataforma.

“Fazemos parte da TV over the top – temos de fazer -, mas, para transmitirem os nossos conteúdos, temos de receber mais do que aquilo que recebemos dos distribuidores de TV paga tradicionais. Estamos felizes por estar num universo de 108 canais, em overt the top e com o CBS All Access. A satisfação e a conveniência para o consumidor são aspetos cada vez mais relevantes e é importante tornar o acesso aos conteúdos o mais fácil possível” – Leslie Moonves, CEO da CBS.

cbsallaccess

Transição para o streaming de filmes 

A Hulu também aprofundou a sua relação com a Disney na subscrição de vídeos on-demand, acrescentando 50 filmes da Disney ao seu serviço de streaming.

Porque é que esta parceria é relevante?

  • Aprofundamento da relação com a Disney – A parceria pode ser indicadora de um aprofundamento da relação com a Disney, que já fornece programas infantis à Hulu e é um dos principais acionistas da empresa (30%);
  • Diferenciação – A diferenciação é uma peça chave num mercado com forte concorrência. A Hulu enfrenta concorrentes como o Netflix e o Amazon Video, que têm feito uma forte aposta nos conteúdos originais; bem como de novos players, como a DirecTV Now da AT&T;  e de futuros players, como o produto digital da Google, Unplugged, que visa conceber uma experiência de TV por cabo em direto num formato over-the-top.

Esta parceria reflete também a estratégia over-the-top da Disney, focada em parcerias com distribuidores de TV digital, como a Hulu, Playstation Vue, Sling TV, DirecTV Now e, recentemente, com o Snapchat.