DESTAQUES GAFANOMICS® [22/SET/2017]

#ancora1 #ancora2#ancora3

joachim_renaudinPor: Joachim Renaudin, analista de projetos na FABERNOVEL INNOVATE Paris

“Destaques GAFAnomics®” é uma compilação dos artigos mais importantes partilhados internamente pela equipa da FABERNOVEL.

O seu próximo Mercedes vai ser elétrico

mercedes-eletricosA Mercedes anunciou que, daqui a 5 anos, todos os seus automóveis vão ser elétricos. O all in nos modelos elétricos está a tornar-se norma na indústria automóvel: a Volvo definiu um objetivo semelhante para 2019 e é esperado que mais fabricantes sigam o mesmo caminho nos próximos meses.

Estas notícias surgem depois de o governo chinês ter anunciado que planeia acabar com a venda de carros movidos a combustíveis fósseis no país; e de França e Reino Unido se terem comprometido a fazer o mesmo em 2040.

Mas este é também um sinal de que a Tesla foi bem sucedida na sua missão: “acelerar a transição do mundo para a energia sustentável“. Ao provar que existe procura por veículos elétricos, a Tesla pressionou os fabricantes concorrentes a escalar a produção deste tipo de automóveis.

Conseguirá a Amazon superar a inteligência artificial através da Física?

amazon-captchaOs algoritmos de inteligência artificial estão a tornar-se, cada vez mais, inteligentes, ao ponto de alguns bots serem capazes de contornar CAPTCHAs (testes online para determinar se o utilizador é um humano). Reconhecer letras, números de porta ou sinais de trânsito tornaram-se formas comuns de verificar se o utilizador é humano. Para resolver esta ameaça à segurança online, a Amazon submeteu uma patente para um novo tipo de CAPTCHA: testes de física.

Os humanos são super inteligentes, quando comparados com os computadores, no que diz respeito a resolver questões de física newtonianas, que implicam ter noções de gravidade, por exemplo, porque lhes é algo extremamente intuitivo.

Portanto, na próxima vez que tentar fazer log in num website, não fique surpreso se lhe for solicitado que determine se uma pedra cairá de um penhasco ou voará pelos céus.

Dois terços do mundo está conectado via dispositivos móveis

utilizadores-mobileDe acordo com a GSMA, dois terços da população mundial tem acesso à internet através de dispositivos móveis. Ou seja, mais de 5 mil milhões de pessoas possuem uma subscrição mobile. E se o mobile já é o principal ponto de acesso à internet na Europa ou nos Estados Unidos, a maior parte do crescimento em utilizadores tem origem – e continuará a ter – nos países em desenvolvimento.

Estes dados enfatizam o crescimento do mobile e do mercado de smartphones, mas também anunciam o crescimento da economia digital. O facto de novos utilizadores poderem conectar-se a serviços digitais e aplicações móveis, aumenta o potencial mercado para todos as empresas digitais do mundo. Na economia digital, o potencial mercado é de milhares de milhões de pessoas.

Toys’r’us abre falência. Mais uma vítima da Amazon

toys'r'us-falenciaA Toys’r’us, retalhista de brinquedos e jogos, abriu falência. A empresa tem 1600 lojas em 38 países, a maioria das quais nos Estados Unidos. O anúncio foi feito a dois meses de um período de férias, altura do ano em que a empresa gerava 40% das suas receitas. Mesmo estando endividada e tendo feito más opções de gestão, é impossível ignorar a crescente concorrência da Amazon.

Uma vez que é uma plataforma que agrega vendedores, a Amazon beneficia de uma seleção quase infinita (5 milhões de brinquedos e jogos comparado com uma oferta de 100 mil produtos da Toys’r’us), uma estrutura de custos mais leve e milhões de clientes que vêem a Amazon como uma one-stop-shop para comprar tudo o que desejam.

Os efeitos de rede criados pela gigante de e-commerce vão continuar a afetar os retalhistas tradicionais nos próximos anos…até alguém “quebrar” o monopólio?

Tagged with: