Neuralink vai ligar o cérebro ao computador

 Por: Madalena Torres, project analyst na FABERNOVEL Lisboa

 

  • A startup Neuralink desenvolveu um sistema robotizado para realizar uma cirurgia ao cérebro que vai permitir a paraplégicos controlar computadores e smartphones, já em 2020.
  • A complexidade da intervenção é semelhante a uma cirurgia Lasik para recuperar a visão.

 

A Neuralink, uma startup de neurotecnologia fundada por Elon Musk, desenvolveu um sistema robotizado para realizar uma cirurgia ao cérebro que vai permitir a pacientes paraplégicos controlar computadores e smartphones através das ondas cerebrais, já em 2020.

O método consiste em inserir elétrodos de pequena dimensão no cérebro, que estão ligados a um chip e que estimulam os neurónios.

A intervenção cirúrgica é segura e não causa dor, sendo semelhante à cirurgia ocular Lasik que permite recuperar a visão.

O objetivo é que a tecnologia possa ser utilizada também no tratamento de pacientes com doenças do foro neurológico, incluindo Parkinson e Alzheimer.

Além disso, é de esperar que, a longo prazo, a colocação destes chips seja uma opção para qualquer pessoa e que possibilite efetuar o upload e download de informação para o cérebro, para que não nos tornemos “obsoletos” na Era da inteligência artificial.

Max Hodak, presidente da Neuralink, referiu durante a apresentação, que ficou entusiasmado com esta visão depois de ver o filme Matrix, em 1999, onde era efetuado o upload de informação para o cérebro.

Para muitos tudo isto pode parecer ainda ficção científica, mas Elon Musk já provou, por diversas vezes, que consegue transformar a ficção em realidade, e este é mais um projeto disruptivo, desta vez na indústria da saúde.


Se a transformação na indústria da saúde é importante para a sua empresa, contacte a FABERNOVEL: