• A TypingDNA desenvolveu um método de autenticação online que aprende e reconhece o estilo de escrita no teclado, permitindo verificar a identidade e prevenir fraudes. 
  • O serviço funciona como um mecanismo de segurança complementar para bancos, startups fintech e plataformas de educação.

A forma como teclamos num smartphone ou num computador é única e foi essa descoberta que levou a TypingDNA, uma startup fundada na Roménia com sede em Nova Iorque, a desenvolver um método de autenticação online que aprende e reconhece o estilo de escrita no teclado, com ajuda de inteligência artificial. 

Através de uma integração de software por API, o serviço funciona como um mecanismo de segurança complementar para bancos, startups fintech e plataformas de educação, permitindo verificar a identidade e prevenir fraudes com uma precisão de 99%. 

Sempre que é detetada uma autenticação fraudulenta, é enviado um alerta e automaticamente bloqueado o sistema, com o encerramento da sessão e com opção de serem tirados screenshots ao ecrã e uma fotografia ao utilizador através da webcam do computador ou do smartphone. 

Desde que foi fundada em 2016, a TypingDNA já captou 8 milhões dólares, incluindo do fundo de investimento Gradient Ventures da Google, da Techstars Ventures e da Gapminder.