• O M-Pesa é um serviço financeiro mobile, destinado a todos aqueles que têm um telemóvel, mas que não têm conta bancária, ou que têm acesso limitado a serviços bancários. 
  • Integrando transferências, levantamentos de dinheiro, pagamento de serviços e acesso a crédito, planeia lançar-se também no e-commerce, turismo e seguros. 


Subscreva o nosso podcast em:
Apple Podcasts | Spotify | Google Podcasts | TuneIn

Lançado em 2007 pelas operadoras de telecomunicações Vodacom da África do Sul e a Safaricom do Quénia, o M-Pesa (“M” de mobile e “Pesa” de dinheiro em Suaíli) é um serviço financeiro mobile, destinado a todos aqueles que têm um telemóvel, mas que não têm conta bancária, ou que têm acesso limitado a serviços bancários. 

O serviço permite fazer transferências, levantamentos de dinheiro, efetuar pagamento de serviços, recebimento de salário e ainda aceder a crédito. Tudo isto suportado por uma rede com mais de 400 mil pequenos comerciantes que são intermediários do serviço e que garantem um fácil acesso aos utilizadores que pretendem depositar ou levantar dinheiro. 

A M-Pesa prepara-se agora para ser uma Super App, um modelo inspirado em aplicações como o WeChat, da China, que permite aceder a quase tudo à distância de um clique. Criada em parceria com a empresa de serviços financeiros Alipay da Alibaba, a nova oferta vai dar acesso a serviços de e-commerce, turismo, transportes e seguros, fornecidos por outras empresas. 

A M-Pesa conta com uma base de 40 milhões de clientes ativos (crescimento de 9,7% por ano desde o lançamento em 2007) e tem como meta chegar aos 50 milhões em 2025.

O serviço está disponível em sete países africanos, incluindo o Quénia, o seu principal mercado, Tanzânia, Gana e Moçambique e processa, atualmente, mais de mil milhões de transações por mês.


Se a transformação na indústria financeira é importante para a sua empresa, contacte a FABERNOVEL: