Receita de publicidade da Alphabet cresce 69%


Subscreva o nosso podcast em:
Apple Podcasts | Spotify | Google Podcasts | TuneIn

 

Receita de publicidade da Alphabet cresce 69%

A Alphabet, a holding que detém a Google, apresentou uma receita de 61 mil e 900 milhões de dólares, no segundo trimestre de 2021, o que representa um crescimento de 62% em relação ao mesmo período do ano passado. O resultado líquido foi de 18 mil e 500 milhões de dólares (+166%).

No segundo trimestre de 2021, a receita de publicidade atingiu os 50 mil e 440 milhões de dólares (+69%), com destaque para a publicidade no YouTube que cresceu 83% para 7 mil milhões de dólares.

A receita da Google Cloud cresceu 54% para os 4 mil e 630 milhões de dólares, mas ainda continua a apresentar prejuízo: neste trimestre, o prejuízo foi de 591 milhões de dólares.

Apple apresenta 2º trimestre recorde

“Esmagando” todas as expectativas, a Apple apresentou uma receita de 81 mil e 410 milhões de dólares (+36% do que segundo trimestre do ano passado) e um lucro de 21 mil e 700 milhões de dólares, o que faz deste o seu melhor segundo trimestre de sempre.

As principais categorias de produto cresceram todas mais de 12%, com destaque para a receita do iPhone (39 mil e 570 milhões de dólares) que cresceu 50%, em relação ao segundo trimestre do ano passado. Também a receita dos serviços, onde se inclui a App Store, a Apple Music e a iCloud, destacou-se, apresentando um crescimento de 33% para 17 mil e 480 milhões de dólares.

Em antevisão para o próximo trimestre, a Apple prevê que as vendas de iPhones e iPads sejam afetadas pela crise no fornecimento de chips.

Lucro do Facebook cresce 101%

No segundo trimestre de 2021, a receita do Facebook cresceu 56% para 29 mil e 80 milhões de dólares. O resultado líquido do trimestre foi de 10 mil e 300 milhões de dólares, um aumento de 101% face ao segundo trimestre de 2020.

A receita da publicidade cresceu 56% para os 28 mil e 580 milhões de dólares. Este crescimento foi acelerado pelo aumento de 47% no preço médio por anúncio.

O número de utilizadores ativos por mês do Facebook cresceu 7% para os 2 mil e 900 milhões de utilizadores.

O Facebook alertou para uma desaceleração do crescimento das receitas de publicidade nos próximos trimestres, prevendo um maior impacto das alterações à política de privacidade no sistema operativo iOS da Apple.

Para criar novas oportunidades de negócio, incluindo o e-commerce, o Facebook está a posicionar-se como uma empresa “metaverso” através do desenvolvimento de um ambiente assente nas realidades virtual e aumentada onde os utilizadores podem interagir.

Receita da Amazon fica abaixo das expectativas

Ficando abaixo das expectativas, a Amazon apresentou uma receita de 113 mil e 100 milhões de dólares, no 2º trimestre de 2021, o que representa um crescimento de 27% em relação ao período homólogo. Pela terceira vez consecutiva, as receitas superaram os 100 mil milhões de dólares num único trimestre

O lucro aumentou 50% para 7 mil e 800 milhões de dólares. 

Com um grande peso no lucro da Amazon, o serviço de cloud Amazon Web Services cresceu 37% para uma receita de 14 mil e 810 milhões de dólares. 

Outro destaque vai para o negócio de publicidade, que cresceu 87% para uma receita de 7 mil e 920 milhões de dólares.

Nesta primeira apresentação de resultados com Andy Jassy como novo CEO, a Amazon deixou como previsão para o 3º trimestre atingir uma receita entre 106 a 112 mil milhões de dólares.

 

Para uma análise mais detalhada aos resultados do 2ºT de 2021 das empresas que lideram a Nova Economia, pode consultar o nosso estudo GAFANOMICS Quarterly:

 


Novo modelo económico em rede, inspirado pelos GAFA – Google, Apple, Facebook e Amazon – que integra Unicórnios (startups com valorização acima de mil milhões de dólares), gigantes chineses de tecnologia e todas as empresas que mudam as nossas vidas através da tecnologia e inovação.

Outros acrónimos de empresas que seguem estratégias GAFAnomics®:
NATU – Netflix, AirBnB, Tesla e UBER
BATX – Baidu, Alibaba, Tencent e Xiaomi (os GAFA chineses).

Durma descansado, os GAFA estão a trabalhar… possivelmente para transformar (disromper) a sua indústria.

Quer tornar a sua empresa numa empresa GAFAnomics® ? Contacte a FABERNOVEL.

 

Author avatar
Nuno Ribeiro
Portugal General Manager da agência de inovação FABERNOVEL. Foi diretor da unidade de negócio multimédia do grupo Global Media (2008 a 2012), diretor da unidade de negócios de Internet do grupo Cofina Media (1999 a 2008) e consultor do secretário de Estado da Comunicação Social para a área digital (1997 a 2002). Em paralelo com a atividade profissional foi docente, coordenador de programas executivos e pós-graduações nas Universidades: Católica-Lisbon, Europeia, ISEG e Lusófona (2001 a 2016). Colaborou com artigos de opinião e comentador, sobre temas de inovação, transformação digital e nova economia nos media: Visão, Diário de Notícias, Meios & Publicidade e Económico TV. 
Autor do livro Gerir na Era Digital (2011). É licenciado em Economia pela Católica-Lisbon, onde também concluiu o curso avançado Gestão de empresas tecnológicas e uma pós-graduação em Media e Entretenimento.
We use cookies to give you the best experience.