Uma visão “antiquada” de privacidade

Os dados são simultaneamente o gain e o pain das empresas da nova economia. O respeito pela privacidade é um fator determinante para gerar confiança, razão pela qual umas empresas estão mais preparadas do que outras.

Com o lançamento do iOS 15, a Apple vai à frente nesta corrida pela confiança, considerando a privacidade um direito humano fundamental e também um dos seus company core values. Esta visão, considerada por alguns “old fashioned”, não é de agora. Estávamos em 2010 quando Steve Jobs explicou, numa entrevista durante a Conferência All Things Digital, como a Apple se posiciona em relação à privacidade. Todos os produtos da Apple são desenhados para proteger a privacidade dos seus utilizadores e dar-lhes controlo sobre as suas informações.

Deixo como sugestão, (re)ver um excerto da entrevista onde Steve Jobs explica a sua visão de privacidade, com os jornalistas Walt Mossberg e Kara Swisher a destacar a presença de Mark Zuckerberg (na plateia).


Acompanhe as últimas atualizações nos nossos media sociais:
           

Se a privacidade é importante para a sua empresa, contacte a FABERNOVEL:

Author avatar
Catarina Nunes
Diretora de projetos da agência de inovação FABERNOVEL. Catarina começou a sua carreira como consultora de gestão na Accenture, onde esteve envolvida em diversos projetos focados no desenho e otimização de processos, no desenvolvimento de modelos operativos e na gestão da mudança, nas mais diversas indústrias, desde de retalho a saúde e serviços públicos. Estudou engenharia química e bioquímica na NOVA School of Science and Technology e desenvolveu a sua tese de mestrado em investigação na Graduate School of Sciences and Technology for Innovation (Yamaguchi University). Apaixonada por human-centered design, estudou também User Experience & User Interface Design na EDIT. - Disruptive Digital Education.
We use cookies to give you the best experience.