Uma vida virtual tão poderosa como a física

“Alô! Volta para o mundo real!” era o que a minha mãe costumava gritar quando eu era uma criança obcecada por jogos virtuais.

Mas o que é que torna o nosso mundo físico A realidade? Será impossível que essa realidade se transfira para outros ambientes?

real vs vistualHoje, com a chegada do Metaverso, estas questões adquirem uma nova importância. De facto, o mundo virtual promete oferecer novas oportunidades, por exemplo, a pessoas com deficiências físicas e superar barreiras geográficas, mas qual é o valor de tudo isto se não for real?

Nesta entrevista publicada pelo New York Times, David Chalmers, professor de filosofia e neurociência na Universidade de Nova Iorque, considera estas questões. Ele analisa a nossa relação com os conceitos de realidade e consciência e explica porque é que a nossa vida virtual pode ser tão valiosa como a física. Discute, também, a teoria de que já estamos a viver numa simulação, uma vez que a tecnologia que estamos a desenvolver mostra que isso é possível. No final, a questão que se levanta é: “What’s the difference?”

Nota: E se isto o fez lembrar a Alegoria da Caverna de Platão, isso não é coincidência. E se não ouviu o nosso podcast sobre este tema (de vivermos num simulador), aqui fica o link para filosofar e ficcionar connosco.



Veja as mais recentes novidades nos nossos media sociais:

Se o virtual é importante para a sua empresa, contacte a FABERNOVEL:

Author avatar
Oliver Dislich
O Oliver integra a agência de inovação Fabernovel em Portugal desde Setembro de 2021 como Business Analyst. Com formação inicial em Economia, trabalhou como assistente de pesquisa no Instituto Suiço de Economia Internacional e Aplicada (SIAW-HSG) e estagiou na Organização Mundial do Comércio em Genebra, apoiando o Diretor do Conselho. O Oliver é formado em Economia pela Universidade de São Galo, na Suíça.
We use cookies to give you the best experience.