Voltar ao topo

2011: Evolução em bolsa dos 6 (+1) titãs

2011 foi um ano com grande instabilidade nos mercados provocada pela conjuntura macro-económica. Na setor das tecnológicas, a Apple e Google continuam a marcar posição nos mercados em que atuam.

Em Agosto a Apple chegou mesmo a ultrapassar a Exxon Mobil e tornou-se a maior empresa do mundo (em capitalização bolsista), estatuto que certamente voltará a recuperar em 2012.

Fica a evolução dos últimos 12 meses das cotações dos grandes titãs que traçam os caminhos nas plataformas digitais : Apple, Google, Microsoft, Nokia, Sony e Amazon.com e mais uma que se destacou pela desvalorização”colossal” (como diria o nosso ministro das Finanças – Vítor Gaspar) e que está a entrar numa situação quase dramática, a RIM (Research in Motion / Blackberry).

A Apple continua com uma valorização acima dos dois dígitos + 25,14% e a Nokia a que mais perdeu com uma desvalorização de – 52,97%.

A RIM (Research in Motion / Blackberry), desvalorizou durante o último ano  – 75,28% e a solução pode passar por um processo de aquisição. A Amazon é uma das empresas que pode estar interessada na compra, mas a Microsoft também poderá avaliar esta possibilidade de aquisição… tudo vai depender da vontade dos accionistas da RIM.

Assim, o raking destas seis empresas fica ordenado da seguinte forma:

Posição Empresa Valorização
1 Apple + 25,14%
2 Google + 6,9%
3 Amazon – 5,2%
4 Microsoft – 8,26%
5 Sony – 52,78%
6 Nokia – 52,97%

Veja no gráfico abaixo a evolução das cotações de Janeiro a Dezembro de 2011:

Clique para aumentar
Fonte: Google Finance

Evolução da RIM ao longo de 2011:

Clique para aumentar
Fonte: Google Finance

Relacionados:

2010: Evolução em bolsa dos 6 titãs

Apple, Google, Microsoft, Nokia, Sony e Amazon
Titãs em competição pelo “Monopólio de Consumidores” e “Portagem na Ponte”

Author avatar
Nuno Ribeiro
Country Manager da agência de inovação FABERNOVEL. Autor do livro Gerir na Era Digital (2011). Licenciado em Economia pela Universidade Católica de Lisboa, onde também concluiu um curso avançado de Gestão de Empresas Tecnológicas e uma pós-graduação em Gestão de Media e Entretenimento. Diretor a unidade Negócio Multimédia do grupo Controlinveste (2008 a 2012). Diretor da unidade de negócios de Internet do grupo Cofina Media (1999 a 2008). Consultor do secretário de Estado da Comunicação Social para a área digital (1997 a 2002).
We use cookies to give you the best experience.