Unilever segue os passos da Amazon!?

“A missão da Amazon é ser a empresa mais centrada no consumidor do mundo” – Jeff Bezos, 2010 (entrevistado pelo jornalista Charlie Rose),  mesmo que isso signifique perder dinheiro durante alguns anos. O investimento principal é no consumidor e na relação de confiança que permite à Amazon desenvolver uma oferta cada vez mais personalizada.

Se em 2000 havia dúvidas sobre o futuro da Amazon, motivado pelo crash bolsista das “dot com”, hoje é claro que ser obcecado pelo consumidor foi o fator decisivo para o sucesso da Amazon. Este foco no consumidor levou recentemente a Amazon a desenvolver marcas e produtos próprios, como café, chá, vitaminas, fraldas e comida para bebé, etc., concorrendo diretamente com marcas e empresas de produtos de grande consumo.

Partir do conhecimento no consumidor para desenvolver novos produtos e serviços é para muitas empresas uma transformação radical nos seus modelos de gestão e operação. A aquisição de empresas que já têm esse ADN pode ajudar as grandes empresas a entender e interiorizar esses modelos, e foi o que fez a Unilever com a recente aquisição por mil milhões de dólares do Dollar Shave Club (serviço de e-commerce por subscrição de lâminas de barbear e outros produtos de higiene masculina). Esta startup conseguiu em quatro anos atingir receitas anuais de 200 milhões, mas o seu maior ativo, que foi certamente valorizado nesta aquisição, é o conhecimento que tem dos seus 2 milhões de subscritores e que permitirá à Unilever desenvolver um novo modelo de negócio “subscrição de bens de consumo”.

Dollar Shave Club é conhecido pelo investimento no marketing através dos canais de media sociais, também esta é uma alteração face aos modelos de comunicação mass media das empresas de bens de grande consumo. Este foi o primeiro vídeo que a Dollar Shave Club partilhou e em apenas 6 horas esgotou todo o stock de lâminas de barbear. Em 4 anos, só no YouTube, este vídeo teve mais de 23 milhões de visualizações:

E a sua empresa é (mesmo) focada no consumidor? Ou cria produtos e “empurra-os” para o consumidor?

Análise e comentário no Económico TV de Nuno Ribeiro – Portugal Country Manager da FABERNOVEL – sobre a aquisição da Dollar Shave Club pela Unilever

 

Boa semana!