Mercedes: visão integrada de transportes e energia

  • A Mercedes está a entrar no mercado da energia solar e casas inteligentes.
  • O fabricante de automóveis está a criar um ecossistema energético inteligente em  parceria com a Vivint Solar.

Os fabricantes de automóveis estão a posicionar-se para ir ao encontro de uma das tendências que influenciará o futuro dos automóveis: a mobilidade elétrica. A Mercedes está a construir uma visão integrada que junta transportes e energia, acompanhando a estratégia desenvolvida por empresas como a Tesla, que veem o negócio de energia solar como uma extensão dos automóveis elétricos.

A Mercedes tem vindo a desenvolver baterias para o armazenamento de energia, que irão fornecer eletricidade às habitações e permitir o recarregamento de veículos elétricos. O que lhe permitirá posiciona-se como um player no mercado das casas inteligentes e energicamente autónomas.

mercedes_solar
Créditos de imagem: Mercedes-Benz

O ecossistema energético inteligente que a Mercedes está a criar conta com a parceria da Vivint Solar, nos Estados Unidos. A Vivint fornece painéis solares e utiliza sensores e inteligência artificial para permitir uma gestão energética automática.

Mobilidade elétrica, o futuro dos automóveis

A Daimler (dona da Mercedes) planeia ter, pelo menos, 10 modelos elétricos no mercado em 2022, que serão integrados nesta visão que liga transportes e energia.

Os fabricantes automóveis estão a fazer uma grande aposta na mobilidade elétrica, uma vez que esta está a transformar a economia da construção dos automóveis. Removendo o motor de combustão e de transmissão dos veículos, reduz-se o número de peças amovíveis essenciais para a sua construção e, consequentemente, permite um investimento de capital mais reduzido.

Outro exemplo é a Porsche, que apresentou um supercarro elétrico com lançamento previsto para 2020.