DESTAQUES GAFANOMICS® [02/FEV/2018]

#ancora1 #ancora2#ancora3

06-PATRICIA-CIRCULAR

Por Patrícia Silva, Gestora de Comunicação e Marketing na FABERNOVEL INNOVATE Lisboa

“Destaques GAFAnomics®” é uma compilação dos artigos mais importantes partilhados internamente pela equipa da FABERNOVEL.

Uber lança serviço de bike-sharing

uber-bike-sharing

A Uber vai lançar o Uber Bike em parceria com a startup de bike-sharing Jump, que começou recentemente a operar em São Francisco. As bicicletas, elétricas e sem estações de parqueamento, da Jump vão poder ser requisitadas através da app da Uber.

Depois do ride-sharing nos automóveis, o bike-sharing é a aposta da UBER! Por todo o mundo, várias rivais da Uber já avançaram nesta direção, como a Ola (Índia), a Grab (Sudeste Asiático) ou a Didi Chuxing (China), que oferece as bicicletas da Ofo. Esta última já entrou em Portugal e que está em franca expansão na Europa e nos Estados Unidos.

Passo a passo, a Uber está a investir num modelo de mobilidade as a service (MaaS) e a criar uma oferta multimodal: primeiro automóveis, depois barcos e helicópteros, agora bicicletas e no futuro… carros voadores?

Apple construiu um “império” de chips

apple-chip

Steve Jobs sempre defendeu que a Apple concebesse a tecnologia integrada nos produtos da marca e não dependesse de fabricantes como a Samsung, a Intel ou a Imagination Technologies. E chegou agora o momento de o fazer.

A verdade é que a Apple construir o seu próprio “império” de chips, capaz de desafiar o domínio das maiores fabricantes de chips do mundo. Hoje, os dispositivos da Apple têm componentes personalizados que permitem processar tarefas ligadas à inteligência artificial, guardar dados de reconhecimento facial (Face ID) e impressões digitais (Touch ID) ou conectar os AirPods ao iPhone.

Porque é que isto é relevante? Ao conceber os seus próprios chips, a Apple consegue diminuir os custos dos componentes, lançar funcionalidades inovadoras e não mostrar o jogo a concorrentes como a Samsung (que acaba de tornar-se no maior fabricante de chips do mundo, pondo fim ao “reinado” de 25 anos da Intel).

Amazon desafia Google e Facebook na publicidade

O negócio da publicidade da Amazon está a crescer rapidamente: estima-se que, no ano passado, a receita da empresa tenha atingido os 2,8 mil milhões de dólares e que, em 2019, mais do que duplique para os 6,6 mil milhões de dólares.

Google e Facebook são, de longe, líderes na publicidade digital, mas a Amazon está em condições de quebrar este duopólio. Poderá ultrapassar a Google? Dificilmente, mas é possível que venha a superar o Facebook na próxima década.

Embora o Facebook possa saber onde estivemos e o que comprámos através da nossa atividade na rede social, a Amazon é a empresa que mais sabe sobre os hábitos de compra dos consumidores e com a noção exata de quando um clique se converte em compra efectiva de um produto.

Facebook pode substituir o cartão de identificação?

facebook-faceid

O Facebook adquiriu a Confirm.io, uma startup que permite a outras empresas verificar a autenticidade de documentos pessoais, como o cartão de identificação ou a carta de condução. A Confirm.io baseia-se em dados biométricos para fazer esta identificação.

O Facebook poderá utilizar esta tecnologia para confirmar a identidade dos utilizadores de forma a fortalecer a sua política de “nome verdadeiro” e evitar a criação de perfis falsos. E isto pode ser particularmente relevante no combate a fake news na rede social através de páginas falsas.

Na Era do mobile, já nos esquecemos do que é um “número de telefone” para solicitar um serviço, deixámos de precisar de moradas, graças à geolocalização, e se, brevemente, o mesmo acontecer aos documentos de identificação. Poderá o Facebook vir a substitui-los?


GAFAnomics® [ga-fɑː-nom-iks], substantivo: Novo modelo económico em rede, inspirado pelos GAFA – Google, Apple, Facebook e Amazon – que integra Unicórnios (startups com valorização acima de mil milhões de dólares), gigantes chineses de tecnologia e todas as empresas que mudam as nossas vidas através da tecnologia e inovação.

Outros acrónimos de empresas que seguem estratégias GAFAnomics®:
NATU – Netflix, AirBnB, Tesla e UBER
DUMITA – Baidu, Xiaomi, Tencent e Alibaba (os GAFA chineses).

Durma descansado, os GAFA estão a trabalhar… possivelmente para transformar (disromper) a sua indústria.

ESTUDOS GAFAnomics®:

TESLA: Uploading the Future
GAFAnomics: Nova Economia, Novas Regras
GAFAnomics: 4 super poderes, na NetworkEconomy
UBER: O vírus dos transportes
Amazon: O império escondido
Facebook: A startup perfeita
LinkedIn:  A rede séria

Que tornar a sua empresa numa empresa GAFAnomics® ?
Contacte a FABERNOVEL INNOVATE:

Tagged with: