Revolut conquista licença bancária

  • A startup fintech Revolut vai passar a integrar contas de depósito, empréstimos pessoais e para empresas e descoberto bancário.
  • A visão da empresa é tornar-se uma one-stop-shop para a gestão de toda a vida financeira.

O Revolut vai alargar os serviços da app a contas de depósito, empréstimos pessoais e para empresas e descoberto bancário. A startup obteve uma licença bancária na Lituânia (pela facilidade e maior rapidez do que noutros países europeus) que lhe permite oferecer os novos serviços na Europa, graças ao passaporte comunitário bancário.

Antes de escalar os novos serviços, o Revolut vai testá-los com uma base mais reduzida de utilizadores. A Lituânia, onde tem uma base de cerca de 150 mil clientes, vai servir como um dos primeiros mercados de teste.

A startup tem recorrido ao Lloyds Bank, no Reino Unido, para o depósito dos fundos “carregados” pelos utilizadores na conta Revolut. Agora, prepara-se para construir a sua própria infraestrutura bancária.

Para criar a “Amazon” da banca, o Revolut está a agregar um número crescente de serviços: transferências e levantamentos internacionais sem comissões, conversão do saldo de uma moeda para outra, seguros, serviço de concierge, cashback em pagamentos e, em breve, crédito e investimento em bolsa.

Mais do que digitalizar a experiência bancária tradicional, o Revolut criou pontos de contacto, construiu um relacionamento com os clientes e simplificou, significativamente, a experiência. Desta forma, promove uma utilização diária da sua app, para, a longo prazo, criar uma one-stop-shop incontornável na gestão da vida financeira.

 


Se a transformação na indústria da banca e dos seguros é importante para a sua empresa, contacte a FABERNOVEL:

 

 

Tagged with: