Ao longo de décadas que acompanho, não apenas por “dever profissional”, mas sobretudo por fascínio, a história das empresas mais inovadoras no digital. Mas não só, também fazem parte da minha lista empresas como a Disney, Pixar, Virgin, Berkshire Hathaway, Nike e GE. A essência destas empresas é muito marcada pelos seus fundadores e pelo contexto em que nasceram e viveram.

No caso das empresas que hoje lideram no digital, são como Charlie Munger da Berkshire Hathaway referiu relativamente a Jeff Bezos da Amazon, são líderes de uma “espécie diferente”. Em 2017, num artigo que escrevi para a Visão, expliquei que esta classificação se aplica a vários fundadores das empresas que criaram impérios digitais.

Já li as biografias, vi documentários, entrevistas e filmes que retratam a história destas empresas e dos seus fundadores, e, cada vez que leio ou vejo mais algum filme, documentário ou entrevista, há sempre uma nova peça que junto ao “puzzle” e que me ajuda a entender um pouco mais.

A mais recente que acabei de ler foi a compilação em banda desenhada The Digital Empire, que conta a história de Steve Jobs (Apple, Next e Pixar), Bill Gates (Microsoft), Larry Page e Sergey Brin (Google), Mark Zuckerberg (Facebook) e Jack Dorsey (Twitter e Square) – neste último, não é a história de vida e das empresas, mas uma novela de ficção.

Não lhe vou deixar nenhum spoiler, fica o desafio para ler esta banda desenhada, que ajuda a entender o sucesso destas empresas e o percurso dos seus fundadores.

Bom fim de semana!