Um dos princ√≠pios da inova√ß√£o √© o foco no cliente. Por simples que pare√ßa, ‚Äúcolocarmos-nos nos sapatos do cliente‚ÄĚ √©, por vezes, das etapas mais dif√≠ceis para muitos gestores, pois o ‚Äúgap‚ÄĚ de comportamento socio-econ√≥mico e profissional (B2B) est√°, por vezes, distante da realidade do cliente. √Č aqui que surge o famoso ‚Äúach√≥metro‚ÄĚ, ou seja, quando achamos que sabemos o que o cliente quer.

Para realmente inovar e marcar a diferença é fundamental entender os comportamentos, as necessidades, os desejos e as dificuldades antes de melhorar ou criar um novo produto ou serviço que apaixone os clientes.

Este ‚Äúgap‚ÄĚ de conhecimento sobre o cliente √© ilustrado no filme ‚ÄúDe bra√ßos abertos‚ÄĚ. Nesta com√©dia sat√≠rica, um intelectual franc√™s de classe alta, interpretado pelo ator Christian Clavier, e que assume o papel de defensor dos direitos dos emigrantes durante um debate televisivo, disponibiliza-se para acolher emigrantes romenos de etnia cigana em sua casa‚Ķ¬†

O resultado √© uma divertida com√©dia onde s√£o mostrados os enormes gaps de entendimento de outra realidade socio-econ√≥mica, mas que termina com um surpreendente final feliz ūüėä.

Fica como sugestão de fim de semana ver este divertido filme, disponível no Netflix.

 

Bom fim de semana!