Apple: Resultados novamente históricos (primeiro trimestre de 2011)

Mais uma vez a Apple continua a fazer história com mais um surpreendente resultado trimestral (segundo do seu ano fiscal).

O sucesso dos produtos e serviços da Apple aliados a uma excelente e impar equipa de gestão traduzem-se em resultados extraordinários.

Julgo que nunca nenhuma empresa de dimensão semelhante à Apple conseguiu um crescimento sustentado como aquele a que consecutivamente a Apple tem apresentado.

Comparativamente com o período homólogo o crescimento foi de 82,7% nas receitas e 94,7% nos lucros.

Impressionante!!!

Na conferência de apresentação de resultados, Tim Cook – COO e Peter Oppenheimer – CFO , esclareceram alguns dos principais analistas das principais casas de investimentos.

Os principais indicadores a destacar sobre os resultados:

Facturação: 24,67 mil milhões de dólares (estimativa de 23,34 mil milhões)
Lucro por acção (EPS): $ 6,4dólares (estimativa de 5,36 dólares)

Unidades de iPhone vendidas:
 18,65 milhões (estimativa de 16,6 milhões)
Unidades de iPad vendidas: 4,69 milhões (estimativa de 6,2 milhões)
Unidades de Mac vendidas: 3,76 milhões (estimativa de 3,6 milhões)

Sobre as vendas do iPad, Tim Cook, explicou que houve uma ruptura de stock e que venderam todas as unidades que tinham produzido. O iPad 2 foi colocado à venda no dia 11 de Março nos Estados Unidos e a 25 de Março em mais 25 países, tendo por isso, poucos dias de venda no trimestre e muitos potenciais compradores a partir do momento que sabiam que estaria para breve do iPad 2 adiaram a compra do iPad penalizando possivelmente o ritmo de vendas da primeira versão do iPad.

Tim Cook, referiu que está confiante que o aumento da produção e fornecimento de iPad 2 (que é muito superior ao da primeira versão do iPad),  nos os próximos meses vai ajustar-se à procura que vai aumentar pela disponibilização em mais 13 países já na próxima semana e mais países ao longo deste trimestre.

Tudo indica, que a Apple vai manter a rota de crescimento e aumento de quotas de mercado.
Na pré-abertura de mercado as acções da Apple já estão a subir 3,36% (+11,51 dólares por acção).

Veja o gráfico da evolução das receitas por segmento de mercado (produtos/serviços)

Fonte: Business Insider

Relacionados:
Paixão: O sumo da Maçã invencível

Tagged with: