Voltar ao topo

Apple: Resultados novamente históricos (primeiro trimestre de 2011)

Mais uma vez a Apple continua a fazer história com mais um surpreendente resultado trimestral (segundo do seu ano fiscal).

O sucesso dos produtos e serviços da Apple aliados a uma excelente e impar equipa de gestão traduzem-se em resultados extraordinários.

Julgo que nunca nenhuma empresa de dimensão semelhante à Apple conseguiu um crescimento sustentado como aquele a que consecutivamente a Apple tem apresentado.

Comparativamente com o período homólogo o crescimento foi de 82,7% nas receitas e 94,7% nos lucros.

Impressionante!!!

Na conferência de apresentação de resultados, Tim Cook – COO e Peter Oppenheimer – CFO , esclareceram alguns dos principais analistas das principais casas de investimentos.

Os principais indicadores a destacar sobre os resultados:

Facturação: 24,67 mil milhões de dólares (estimativa de 23,34 mil milhões)
Lucro por acção (EPS): $ 6,4dólares (estimativa de 5,36 dólares)

Unidades de iPhone vendidas:
 18,65 milhões (estimativa de 16,6 milhões)
Unidades de iPad vendidas: 4,69 milhões (estimativa de 6,2 milhões)
Unidades de Mac vendidas: 3,76 milhões (estimativa de 3,6 milhões)

Sobre as vendas do iPad, Tim Cook, explicou que houve uma ruptura de stock e que venderam todas as unidades que tinham produzido. O iPad 2 foi colocado à venda no dia 11 de Março nos Estados Unidos e a 25 de Março em mais 25 países, tendo por isso, poucos dias de venda no trimestre e muitos potenciais compradores a partir do momento que sabiam que estaria para breve do iPad 2 adiaram a compra do iPad penalizando possivelmente o ritmo de vendas da primeira versão do iPad.

Tim Cook, referiu que está confiante que o aumento da produção e fornecimento de iPad 2 (que é muito superior ao da primeira versão do iPad),  nos os próximos meses vai ajustar-se à procura que vai aumentar pela disponibilização em mais 13 países já na próxima semana e mais países ao longo deste trimestre.

Tudo indica, que a Apple vai manter a rota de crescimento e aumento de quotas de mercado.
Na pré-abertura de mercado as acções da Apple já estão a subir 3,36% (+11,51 dólares por acção).

Veja o gráfico da evolução das receitas por segmento de mercado (produtos/serviços)

Fonte: Business Insider

Relacionados:
Paixão: O sumo da Maçã invencível

Author avatar
Nuno Ribeiro
Country Manager da agência de inovação FABERNOVEL. Autor do livro Gerir na Era Digital (2011). Licenciado em Economia pela Universidade Católica de Lisboa, onde também concluiu um curso avançado de Gestão de Empresas Tecnológicas e uma pós-graduação em Gestão de Media e Entretenimento. Diretor a unidade Negócio Multimédia do grupo Controlinveste (2008 a 2012). Diretor da unidade de negócios de Internet do grupo Cofina Media (1999 a 2008). Consultor do secretário de Estado da Comunicação Social para a área digital (1997 a 2002).
We use cookies to give you the best experience.