Amazon prepara entrada em Portugal

  • A Amazon prepara-se para fazer entregas de encomendas nos postos de abastecimento da Repsol, em Portugal e Espanha.
  • Em Espanha, tem também uma parceria com os supermercados DIA para efectuar entregas em 1 hora… Será que esta parceria se vai estender também a Portugal?

A missão da Amazon é ser a empresa mais centrada no consumidor, pelo que a rapidez de entrega é um dos drivers chave de crescimento do seu negócio. Depois da expansão do serviço Amazon Prime Video em vários países que incluiu Portugal no final ano passado, prepara-se agora para alargar a operação de venda e distribuição no retalho e está por isso a criar novas soluções de distribuição.
Em Portugal e Espanha, a gigante prepara-se para fazer entregas de encomendas através de postos de abastecimento Repsol (serviço já foi testado também em Itália).

Esta pode ser uma das maiores parcerias click & collect (clientes recebem um código da Amazon com o qual abrem os cacifos para recolher a encomenda). O serviço que será disponibilizado – Amazon Locker – está operacional em várias cidades nos Estados Unidos e Europa.

Esta é uma forma de poupar custos de distribuição e de criar uma rede de entregas ajustada às necessidades dos consumidores. Sendo uma empresa orientada aos dados, a Amazon consegue identificar as localizações a partir das quais é feito o maior número de encomendas e, assim, implementar o Amazon Locker em pontos estratégicos.

Grande aposta no retalho offline

Além do online, é sabido que a Amazon duplicou a sua aposta nas lojas físicas: desde livrarias, a lojas pop-up e aos supermercados Amazon Go, a empresa já demonstrou que o objetivo é expandir fortemente a sua presença no mundo físico.

Em Espanha, a gigante de e-commerce formou parcerias com a Lavinia (especializada na venda de vinhos) e com o mercado de La Paz. Mas, a parceria mais ambiciosa foi criada com o Grupo DIA, através da qual os consumidores podem comprar on-line produtos da La Plaza, a marca premium do DIA, e recebê-los dentro de 1 hora (serviço Prime Now).

Em Portugal, de acordo com o recente  estudo da SIBS sobre comércio digital, a Amazon já está no top dos comerciantes com maior volume de transações, ou seja, já é um player de retalho online muito relevante. Mas pode tornar-se também relevante no segmento offline. Começando pelo serviço Amazon Locker nos postos de abastecimento da Repsol e quem sabe se futuramente alargar a parceria com a cadeia DIA em Portugal… ou até mesmo a presença de supermercados Amazon Go.