J√° todos sabemos que a pandemia da Covid19 trouxe grandes acelera√ß√Ķes na transforma√ß√£o digital, na resposta da ci√™ncia (com o desenvolvimento e produ√ß√£o de vacinas), mudan√ßa de h√°bitos, como a ado√ß√£o em massa do teletrabalho e consequente nomadismo, mas tamb√©m um enorme aumento das d√≠vidas dos pa√≠ses! ūü§Į

As d√≠vidas dos Estados passar√£o por mais impostos no futuro, ou talvez n√£o? A curto prazo certamente, a longo prazo, como dizia o economista Keynes,¬†‚Äúa longo prazo, todos estaremos mortos‚ÄĚ, mas as pr√≥ximas gera√ß√Ķes ter√£o certamente ainda esse fardo.

Esta vis√£o de que teremos de trabalhar mais no futuro para pagar d√≠vidas dos Estados pode ter um fim dentro de algumas d√©cadas, provocada pela revolu√ß√£o da Intelig√™ncia Artificial e da Ind√ļstria 4.0. ūüėä

Teremos, em breve, rob√īs e computadores super inteligentes que nos substituir√£o para passarem a ser eles a produzir. Foi isto que Sam Altman, presidente e co-fundador da associa√ß√£o OpenAI, quis dizer no artigo ‚ÄúA lei de Moore para tudo‚ÄĚ , onde explica que a Revolu√ß√£o da Intelig√™ncia Artificial j√° chegou, que ser√° avassaladora, e que dentro de 10 anos os 250 milh√Ķes de adultos americanos poder√£o receber 13.500$ por ano, produzidos por algoritmos de IA e rob√īs. Fiquei, por isso, com esperan√ßa que o mesmo acontecesse aos 10 milh√Ķes de portugueses.

NOTA: N√£o partilhem esta mensagem com os nossos governantes, podem ter a tenta√ß√£o de aumentar ainda mais a d√≠vida p√ļblica e os rob√īs podem n√£o chegar a tempo de nos ‚Äúsalvar‚ÄĚ do aumento de impostos.

Como ser√° o futuro da Intelig√™ncia Artificial e dos rob√īs? Isso foi o que Steven Spielberg imaginou, em 2001, no filme Intelig√™ncia Artificial, e que fica como sugest√£o para este fim de semana.

 

Bom fim de semana! ūüćŅ¬†

PS: No nosso escrit√≥rio j√° come√ß√°mos a revolu√ß√£o 4.0 com dois rob√īs, que aspiram e lavam o ch√£o e que batiz√°mos de Teresa e Jorge. ūüėČ