• Os óculos inteligentes da Nimo Planet funcionam como um mini-computador que permite abrir até seis ecrãs virtuais em simultâneo.
  • O objetivo é permitir trabalhar de forma mais fácil em qualquer lugar. Por exemplo, num aeroporto ou num café.

O fim dos monitores para trabalhar fora do escritório pode estar próximo, com a ajuda da Nimo Planet. Esta startup indiana desenvolveu uns óculos inteligentes para profissionais, que funcionam como um mini-computador. 

Com o objetivo de apoiar a produtividade, os óculos permitem abrir até seis ecrãs virtuais, ao mesmo tempo, e, assim, trabalhar de forma mais fácil em qualquer lugar. Por exemplo, para aceder, em simultâneo, ao Word, ao Powerpoint ou ao Slack, num aeroporto ou num café. 

Para facilitar a interação, os óculos podem ser conectados, por Bluetooth, a um teclado e a um rato.

A Nimo permite também projetar o que está no ecrã de um smartphone ou de um computador portátil e também utilizar o smartphone como teclado. 

Os óculos funcionam com um sistema operativo desenvolvido pela Nimo e especialmente desenhado para suportar vários ecrãs virtuais. 

A Nimo tem também um kit de desenvolvimento de software que permite a programadores desenvolver aplicações para estes óculos. 

Com um preço de 800 dólares, os óculos encontram-se disponíveis para reserva e as entregas estão previstas para 2023.