Reuters integra inteligência artificial nas redações

reuters
  • A agência de notícias Reuters está a apoiar-se na inteligência artificial para desenvolver trabalhos jornalísticos.
  • Os Media estão a aliar a inteligência artificial à especialidade humana para conseguir ganhos de produtividade.

 

A Reuters, a maior agência de notícias internacional do mundo, vai integrar uma nova ferramenta de inteligência artificial em todas as redações para apoiar os jornalistas na análise de dados, na identificação de potenciais temas a explorar e na redação de artigos.

Um novo jornalismo: o jornalismo aumentado

O aumento da produtividade, através do processamento de uma elevada quantidade de informação e o recurso a inteligência artificial na análise de dados vai permitir aos Media enormes ganhos de produtividade.

Uma das grandes vantagens é a aprendizagem contínua dos algoritmos de inteligência artificial, que permite que, ao longo do tempo, se tornem mais relevantes nas suas sugestões.

Os jornalistas da Reuters recebem sugestão de temas relevantes para desenvolverem dá forma que desejarem (email, Messenger,..), juntamente com uma contextualização, para ajudá-los a começar uma investigação se entenderem que a história tem potencial.

Uma inteligência analítica

A ferramenta pode alertar um jornalista para o facto de as ações de uma determinada empresa terem descido consideravelmente. Indica a última vez que caíram tão rápido e porquê e disponibiliza de imediato notícias anteriores relacionadas com o tema.

Esta extensão do jornalista através da inteligência artificial é uma forma de acrescentar valor ao trabalho editorial e de libertar os profissionais para dedicarem mais tempo às questões que requerem a especialidade humana.

reuters-news-tracer
Reuters News Tracer – Outros dos softwares utilizado pela Reuters para identificar potenciais histórias através dos media sociais.

A transformação na indústria dos Media é importante para a sua empresa? Contacte a FABERNOVEL INNOVATE: