Netflix bate expectativas no terceiro trimestre

06-PATRICIA-CIRCULAR

Por Patrícia Silva, Gestora de Comunicação e Marketing na FABERNOVEL INNOVATE Lisboa

“Destaques GAFAnomics®” é uma compilação dos artigos mais importantes partilhados internamente pela equipa da FABERNOVEL.

Netflix bate expectativas no terceiro trimestre

O Netflix apresentou os resultados do 3º trimestre deste ano. A receita cresceu 36%, em relação a 2017, e atingiu os 4 mil milhões de dólares. O serviço de streaming adicionou mais 7 milhões de subscritores à sua base de clientes.

O crescimento da base de subscritores é uma métrica vital do desempenho da empresa. A estratégia do Netflix tem-se apoiado, sobretudo, em conteúdos originais que acrescentam valor/diferenciação à sua oferta, através da criação de uma rede de estúdios para a produção de conteúdos.

A produção de conteúdos tem custos elevados, mas é um investimento crucial que a empresa tem de fazer para concorrer com players de peso como o Amazon Prime Video, YouTube TV e os futuros serviços de streaming da Disney, WarnerMedia e da Apple.

Tesla atinge marco na produção do Model 3

A Tesla atingiu a fasquia de produção de 100 mil Tesla Model 3, cerca de um ano após começar a produção – muito mais rápido do que os outros modelos da empresa e mais rápido do que qualquer outro modelo elétrico na história.

No arranque do 4º trimestre, a empresa produziu mais de 7.000 Model 3, uma cadência de 1000 automóveis por dia.

Este é um passo importante para reforçar o posicionamento da Tesla na indústria automóvel e estimular o crescimento da empresa. O Model 3 pode impulsionar significativamente a procura por elétricos e a Tesla está bem posicionada para capitalizar essa oportunidade, graças à infraestrutura que montou, à sua tecnologia e know-how.

Apple começa a revelar estratégia de TV

A Apple está a começar a levantar a ponta do véu da sua estratégia de TV. Ao que tudo indica, a empresa está a preparar um novo serviço de vídeo digital que vai incluir conteúdos originais e de terceiros (HBO, Starz…).

Os conteúdos originais da Apple vão ser gratuitos para os utilizadores de iPhone, iPad, Mac ou Apple TV e os restantes vão implicar uma subscrição paga. Esta pode ser uma forma de criar diferenciação no mercado de serviços de streaming.

A abertura dos conteúdos originais dentro do seu ecossistema segue a linha estratégica da Apple: fornecer produtos complementares gratuitos, como apps de vídeo, fotografias, edição de música e atualizações de software, para criar argumentos para a compra do seu hardware.

Em 2010, Steve Jobs disse que a TV era apenas um hobby para a Apple, mas agora pode vir assumir uma posição importante no estímulo ao segmento de serviços da empresa, que, estima-se, vai atingir uma receita de 50 mil milhões de dólares em 2020.

IA da Google deteta metástases do cancro da mama

A Google desenvolveu um algoritmo de inteligência artificial (LYNA) capaz de detetar tumores mamários secundários com uma eficácia de 99%, incluindo células cancerígenas em regiões com dimensões muito reduzidas.

O algoritmo da Google pode vir a tornar-se uma ferramenta clínica valiosa ajudando a diminuir os erros nos diagnósticos, a acelerar o processo de deteção de cancro e a “libertar” o staff dos hospitais para se concentrarem nos cuidados aos pacientes.

O estudo da Google mostra que o futuro da saúde pode passar por aliar a inteligência artificial à especialidade humana: a eficácia na deteção foi superior quando os patologistas e o algoritmo da Google trabalharam em conjunto, do que isoladamente.

 


GAFAnomics® [ga-fɑː-nom-iks], substantivo: Novo modelo económico em rede, inspirado pelos GAFA – Google, Apple, Facebook e Amazon – que integra Unicórnios (startups com valorização acima de mil milhões de dólares), gigantes chineses de tecnologia e todas as empresas que mudam as nossas vidas através da tecnologia e inovação.

Outros acrónimos de empresas que seguem estratégias GAFAnomics®:
NATU – Netflix, AirBnB, Tesla e UBER
DUMITA – Baidu, Xiaomi, Tencent e Alibaba (os GAFA chineses).

Durma descansado, os GAFA estão a trabalhar… possivelmente para transformar (disromper) a sua indústria.

ESTUDOS GAFAnomics®:

TESLA: Uploading the Future
GAFAnomics: Nova Economia, Novas Regras
GAFAnomics: 4 super poderes, na Network Economy
UBER: O vírus dos transportes
Amazon: O império escondido
Facebook: A startup perfeita
LinkedIn:  A rede séria

Que tornar a sua empresa numa empresa GAFAnomics® ?
Contacte a FABERNOVEL:

Tagged with: