Receitas da Alphabet superam expectativas

Por Nuno Ribeiro, Portugal Country Manager da FABERNOVEL

Destaques GAFAnomics®, as notícias mais relevantes das empresas que lideram a nova economia, partilhadas pela equipa da FABERNOVEL.

Subscreva o nosso podcast em:
Apple Podcasts | Spotify | Google Podcasts | TuneIn

Receitas da Alphabet superam expectativas

A Alphabet, a holding que detém a Google, atingiu uma receita de 41,2 mil milhões de dólares, no primeiro trimestre deste ano, um crescimento de 13% em relação ao mesmo período de 2019.

O lucro cresceu 2,7% para os 6,83 mil milhões de dólares.

A publicidade é a responsável pela maior fatia das receitas com 33,8 mil milhões de dólares neste trimestre, mas a Alphabet referiu que sentiu um forte abrandamento na procura de publicidade no mês de março.

Nos resultados, destacam-se a receita da Google Cloud que cresceu 52% para 2,78 mil milhões de dólares. E a receita do YouTube que cresceu 33,5% para 4 mil milhões de dólares.

Facebook duplica lucro

O lucro da Facebook duplicou para 4,5 mil milhões de dólares no primeiro trimestre de 2020, apesar da forte quebra na procura de publicidade em março. A receita atingiu os 17,74 mil milhões de dólares, mais 18% do que no ano passado.

O número de utilizadores das aplicações da Facebook também continua a aumentar, ajudado pelas aplicações de comunicação Facebook Messenger, Instagram e WhatsApp que têm agora em conjunto 3 mil milhões de utilizadores ativos por mês.

Quanto ao futuro, Mark Zuckerberg mostrou-se preocupado com o impacto do novo coronavirus na economia e ainda considera prematuro fazer previsões financeiras dado o clima de incerteza.

Tesla, rentável pelo 3º trimestre consecutivo

Pelo terceiro trimestre consecutivo, a Tesla apresentou lucro, desta vez foram 16 milhões de dólares. Quanto à receita, atingiu os 5,9 mil milhões de dólares, no primeiro trimestre deste ano.

Com uma produção de 103 mil carros dos quais vendeu 88.400, tendo sido este o primeiro trimestre em que contou com a produção da nova fábrica de Xangai e em que iniciou a produção e venda do novo Model Y.

A Tesla espera atingir a meta de venda de 500 mil carros em 2020, mas admite que o resultado vai depender das restrições impostas pela pandemia Covid-19.

Spotify conquista mais 6 milhões de subscritores

A Spotify atingiu uma receita de 2 mil milhões de dólares, no primeiro trimestre de 2020, mais 22% quando comparado com o mesmo trimestre de 2019 e um lucro de 1 milhão de dólares.

Mais surpreendente foram os novos 6 milhões de subscritores que a Spotify conquistou neste trimestre. O serviço tem agora 130 milhões de subscritores pagantes em todo o mundo e 286 milhões de utilizadores ativos por mês.

Após a apresentação de resultados, as ações da Spotify subiram mais de 11%.


GAFAnomics® [ga-fɑː-nom-iks], substantivo: Novo modelo económico em rede, inspirado pelos GAFA – Google, Apple, Facebook e Amazon – que integra Unicórnios (startups com valorização acima de mil milhões de dólares), gigantes chineses de tecnologia e todas as empresas que mudam as nossas vidas através da tecnologia e inovação.

Outros acrónimos de empresas que seguem estratégias GAFAnomics®:
NATU – Netflix, AirBnB, Tesla e UBER
BATX – Baidu, Alibaba, Tencent e Xiaomi (os GAFA chineses).

Durma descansado, os GAFA estão a trabalhar… possivelmente para transformar (disromper) a sua indústria.

ESTUDOS GAFAnomics®:

The We Company: is real estate a disruptable industry?
Slack, the future workplace
WeChat: The shape of the connected China
TESLA: Uploading the Future

GAFAnomics: Nova Economia, Novas Regras
GAFAnomics: 4 super poderes, na Network Economy
UBER: O vírus dos transportes
Amazon: O império escondido
Facebook: A startup perfeita
LinkedIn:  A rede séria

Quer tornar a sua empresa numa empresa GAFAnomics® ?
Contacte a FABERNOVEL:

Tagged with: