Categoria: Inovação

Read More

SEO: Música do dia de Jonathan Mann

Passei a seguir no YouTube o músico Jonathan Mann desde que fez a música “The iPhone Antenna Song” (que abriu a apresentação de Steve Jobs na conferência de imprensa), não só porque achei piada, mas porque fiquei com o “feeling” que Jonathan Mann teria mais músicas sobre a área de tecnologias e entretenimento.
Na semana passada, fez uma música sobre o videojogo And Yet it Moves.

Hoje, e aparentemente pela primeira vez uma empresa pagou a Jonathan Mann para fazer uma música e a colocar no YouTube.
A SEO Quotient, empresa que trabalha na área de Search Engine Optimization pagou esta música.

http://www.seoq.com – This is a paid song request! I hope you like it!

Uma nova forma de publicidade? “Viral Music”?

Acho que em breve teremos mais músicas pagas por empresas.
Vale a pena ver o video que explica bem o que é o SEO e o que faz a SEO Quotient 🙂

Offf 2009

O ano passado tive a oportunidade de estar presente num dos festivais mais interessantes do momento: o OFFF. Este ano infelizmente não pude estar em Paris, mas gostaria de partilhar alguns dos ensinamentos e ideias que retirei da edição do ano passado. Aqui fica:

Read More

Videojogo:And Yet It Moves com música de Jonathan Mann

O videojogo And Yet it Moves da (nova) editora de videojogos Broken Rules está disponível em PC, Mac, Linux (por 8,99 euros) e consola Wii (na Wii Shop Channel por 1.000 pontos Wii).
O músico Jonathan Mann autor da música “The iPhone Antenna Song”, que serviu de mote para a abertura da apresentação de Steve Jobs na conferência de imprensa sobre a polémica relativa aos “problemas” da antena do iPhone 4, fez também ontem uma música para este novo jogo.

Read More

Apple: Apresentação da nova Apple TV, novo iPad Mini e novos iPod Touch a 7 de Setembro

Nos últimos dias os rumores sobre os próximos lançamentos da Apple têm aumentado, e a cotação das acções  (NASDAQ:AAPL), desceram cerca de 5,19% nos últimos 6 dias. Ontem, depois de ter iniciado a sessão a descer para os 238,45 dólares (o valor mais baixo desde Abril) , recuperaram à medida que foi ganhando credibilidade que no dia 7 de Setembro a Apple irá apresentar novos produtos.
Steve Jobs prometeu quando apresentou iPad em Janeiro, que este seria um ano com muitos produtos, e até agora já lançou: Ipad, iPhone 4, novos Mac e Magic Trackpad.
No software, a actualização do sistema operativo iOS e um novo serviço que marca a entrada no mercado da publicidade com o iAd (que estou certo não será apenas para a área mobile…).

O que motivou a recente descida da cotação da Apple?
1) A rápida valorização que o título levou muitos investidores e especuladores a venderem com o objectivo de realizarem mais-valias de curto prazo.

2) Receio das expectativas sobre a performance dos resultados futuros da Apple
– O aumento da concorrência nos equipamentos de telemóveis com muitos fabricantes a adoptarem o sistema operativo Android.
– O expectável aumento de novos equipamentos tablet para concorrer com o iPad (como é o caso dos anunciados Blackberry Tablet e do Samsung Galaxy Tab).
– A anunciada entrada do Google no software de set-top box TV com a Google TV para concorrer com a Apple TV

O que vai ser anunciado no dia 7 de Setembro?

Samsung anuncia tablet: Galaxy Tab

O fabricante Coreano – Samsung – apresenta no dia 2 de Setembro em Berlim o seu Tablet: Galaxy Tab.
No video de teaser de apresentação são destacadas as funcionalidades (e que o irão diferenciar do iPad da Apple): Video Chamadas, o browser (Chrome) permitirá visualização de conteúdos em Flash (é a interpretação que faço do Full Webbrowsing) e o ecrãn terá 7 polegadas (mais pequeno do que o iPad que tem 9,7 polegadas).
O sistema operativo será o Android 2.2 do Google.

Read More

Akamai e Limelight Networks na “lista de compras”

Na passada semana, em entrevista ao canal económico Bloomberg, a directora geral da Optimum Investment Avisors, Thyara Zerhusen, referiu que a empresa Akamai (NSDQ:AKAM) (líder na distribuição de conteúdos on line), é uma das empresas que pode ser alvo de uma aquisição.

A evolução positiva da cotação das acções na última semana, com uma valorização de 8,23%, podem indicar esse sentimento e já despertou o interesse dos investidores e especuladores.

De facto, há motivos para que alguns gigantes possam estar a avaliar a compra da Akamai.

imagesE qual o interesse para um gigante na aquisição da Akamai?
A Akamai tem uma rede de 65 mil servidores distribuídos por mais de mil empresas de telecomunicações em 70 países garantindo uma boa performance na distribuição de conteúdos. Este é um ponto crítico para garantir o sucesso de negócios on line que necessitam de alta disponibilidade.
A Akamai foi fundada em 1998 e o seu primeiro cliente foi o Yahoo!. Desde então a lista de clientes não pára de crescer, incluindo as maiores empresas mundiais de todos os sectores: Apple, Amazon, BBC, CNet, Google, IBM, Microsoft, Nasa, Sony,…
Hoje, a Akamai tem uma capitalização bolsista de 8,69 mil milhões de dólares.

A que gigantes pode interessar?
Na área das Tecnologias os potenciais candidatos a uma eventual aquisição da Akamai são: Apple, Amazon.com, Google, Microsoft, IBM e Intel.

Google comprou o site Like.com

O Google fez mais uma aquisição. Desta vez foi o site de pesquisa de produtos Like.com.
Para além do negócio gerado por este site, o domínio Like.com deve ter sido altamente valorizado numa altura em que o Google prepara uma rede social para concorrer com o Facebook onde o “Like” visível em muitos sites e é associado ao Facebook.

O nome de código divulgado é Google Me, mas é uma má opção pois a Apple tem o domínio Me.com que neste momento é utilizado para o serviço Mobile Me, mas que pode vir a agregar mais serviços e quem sabe também uma rede social com conteúdos do iTunes: músicas, filmes, apps, etc.?

O nome e domínio Like.com pode, por isso, ser uma boa opção para o Google baptizar a sua rede social onde poderá agregar também os serviços actuais do Like.com.

Qual das tecnológicas teve melhor desempenho bolsista nos primeiros seis anos: Microsoft, Apple ou Google?

Todos temos a percepção, do rápido crescimento e da performance bolsista do Google, mas a análise comparativa com os “rivais” Apple e Microsoft é interessante e surpreendente aos dias de hoje.

A Apple foi a primeira a entrar em bolsa (OPV – Oferta Pública de Venda), em 12 de Dezembro de 1980. Seguiu-se a Microsoft em 14 de Março de 1986 e o Google em 19 de Agosto de 2004.

Amazon Web Services pode chegar aos mil milhões de dólares em 2012

O crescimento da Amazon.com, obrigou a empresa a grandes investimentos de infra-estrutura. A empresa fundada e liderada por Jeff Bezos criou um negócio de futuro – “cloud computing” – onde é lider.
Segundo os analistas da UBS a Amazon Web Services continuará a liderar e com forte crescimento, podendo atingir um volume de negócios de mil milhões de dólares e “sugerem” um Spin Off para a criação de uma nova empresa que poderá ter uma valorização de 3,4 a 3,8 mil milhões de dólares.

Nokia: Resultados do trimestre (lucros descem 40%)

A Nokia divulgou os resultados do último trimestre. As receitas subiram 1% e o número de telemóveis vendidos 8% no acumulado do ano. Na área de smartphone a Nokia cresceu as suas vendas em 42%.
Apesar do número de unidades vendidas ter ultrapassado as 111 milhões (cerca de mais 8% no crescimento anual). No entanto, os lucros desceram 40% o que pode estar a acelerar a saída do CEO da Nokia – Olli-Pekka Kallasvuo.

eBay: Resultados do trimestre

O eBay ( NASDAQ:EBAY ), apresentou os resultados do trimestre e ultrapassou as expectativas dos analistas.
O eBay apresenta um crescimento sustentado ao longo dos últimos trimestres. O PayPal (pagamentos on line), que pertence ao eBay, surpreendeu com um lucro líquido de 817 milhões de dólares e um volume de transacções de 21,4 mil milhões. Para além do PayPal o eBay também detêm o Skype ( serviço de telefone)

Apple: Resultados do trimestre

A maior empresa de tecnologia do mundo – Apple – divulga hoje os resultados do último trimestre.
Normalmente, a Apple ultrapassa sempre as expectativas dos analistas e a ansiedade de muitos sobre os resultados que serão apresentados é elevada.
A pesar nas receitas e nas margens estarão as vendas do iPad (com mais de 3 milhões de unidades vendidas nos primeiros 80 dias), e as vendas do iPhone 4 (com 3 milhões de unidades vendidas em apenas três semanas – o dispositivo móvel com maior taxa de crescimento).
Podem penalizar os resultados os investimentos nas aquisições aquisições das empresas: Quattro Wireless(mobile), Lala, Siri, P.A. Semi e esta semana a Poly9.

Read More

Apple: Depois da “Tempestade”…

Afinal, a “Tempestade” criada em volta do problema da antena do iPhone 4 que ficou baptizada como “Antennagate”, não passou de uma curta tempestade.

Na conferência de imprensa de sexta-feira, Steve Jobs explicou o “problema” que afinal é comum a outros telemóveis/Smartphones (veja a análise comparativa que a Apple efectuou), e que não gerou reacções como aconteceu com o iPhone 4. Na verdade as variáveis sobre recepção de sinal não dependem apenas do dispositivo… qualquer utilizador de telemóvel já teve problemas na recepção.

Sobre a conferência e respectivos impactos no mercado aqui deixo alguns dos factos que considero mais relevantes:

– No dia anterior à conferência, surgiu no YouTube a música “The iPhone Antenna Song” criada por Jonathan Mann (um fã da Apple). O vídeo teve destaque em vários sites e blogs de referência. Até agora teve mais de 450 mil visualizações.

– Na abertura da conferência, antes mesmo de Steve Jobs entrar em palco (e para surpresa de muitos), é exibido o video “The iPhone Antena Song” (que antecipou muito do que Steve Jobs tinha para dizer).

Video com a conferêcia de imprensa de Steve Jobs


Destaques da apresentação de Steve Jobs:

Apple numa “Tempestade de Merda”

A saída de Steve Jobs da Apple em 1985 foi provocada por incompatibilidades e maus relacionamentos com o o CEO John Sculley e com Steve Wozniak(co-Fundador da Apple).
Steve Jobs e Steve Wozniak ficaram anos sem se falarem.
A polémica por causa do problema com a antena do iPhone 4 provocou na Apple uma verdadeira tempestade. A definição correcta foi dada por Dave Winer (“pai dos blogs e RSS”): “Apple numa Tempestade de Merda”